Zoonoses promove orientação sobre a raiva com foco em morcegos

0
346

 

O Centro de Controle de Zoonoses de Guarulhos promoveu nesta quinta-feira (18) uma orientação à população sobre os morcegos e sua relação com a raiva. A ação aconteceu no Parque Júlio Fracalanza, na Vila Augusta.

 

 

Na oportunidade foram passadas orientações sobre a importância de manter cães e gatos vacinados para prevenir a raiva, bem como suas formas de transmissão. Também foi explicado ao público que participou como fazer para vacinar seu animal de estimação no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), a importância dos morcegos na natureza, seus locais de abrigo preferidos e também o que fazer quando encontrar um morcego caído no chão (vivo ou morto) ou se ele invadir uma casa.

 

Raiva

 

A raiva é uma doença causada por um vírus que acomete o sistema nervoso central. Todos os mamíferos, inclusive o homem, podem ser infectados pelo vírus. Como é uma doença fatal em quase 100% dos casos, os cuidados no controle e na prevenção da doença devem ser redobrados, por exemplo, ao manter animais domésticos como cães e gatos vacinados anualmente.

 

A transmissão da doença ocorre quando os vírus existentes na saliva do animal infectado penetram no organismo através da pele ou de mucosas por meio de mordedura, arranhadura ou lambedura. Atualmente o morcego é o principal transmissor da doença.

 

Morcegos

 

Mamíferos da ordem Criroptera, os morcegos têm os membros superiores adaptados para voar e são importantes no controle de insetos e na dispersão e polinização de plantas. Para obter seu alimento, costumam voar de noite. Por meio de um sistema de sonar se orientaram no escuro, o que facilita sua adaptação ao meio silvestre e urbano, explorando diferentes fontes de alimento e tipos de abrigo.

 

Das quase 1.150 espécies encontradas no mundo, 178 têm registro no Brasil. Existem espécies que consomem apenas insetos e outras que têm uma dieta variada, alimentando-se de frutos, folhas, néctar, peixes, rãs, pássaros, lagartos, pequenos roedores e até mesmo outros morcegos. Apenas três espécies se alimentam de sangue e a maioria consome insetos.

 

Abrigos em ambientes urbanos

 

Os morcegos procuram locais favoráveis que atendam as suas necessidades de temperatura, umidade e luminosidade. Nas cidades são encontrados em buracos, fendas, juntas de dilatação de pontes e edifícios, forros de telhados, sótãos, porões e também buscam abrigo nas copas de árvores e palmeiras.

 

Quando doentes, seu voo e orientação ficam comprometidos e acabam sendo observados caídos ao chão durante o dia ou são encontrados mortos.

 

O que fazer se encontrar um morcego

 

Caso a pessoa encontre um morcego caído no chão (vivo ou morto) deve entrar em contato com o CCZ para obter informações e agendar o atendimento da equipe por meio do telefone 2436-3666.