Show custou mais de R$ 500 mil

0
1219

 

Diante da crise financeira e do atraso no pagamento de fornecedores, a Prefeitura contratou por R$ 497 mil, de acordo com dados do “Portal da Transparência”, os artistas (que realizaram o show em homenagem ao dia do trabalhador, que teve como principal atração a cantora Paula Fernandes, realizado na sexta-feira, 1º, no Taboão.

 

show-guarulhos

Festa- Mais de 50 mil pessoas compareceram ao ‘Show do Trabalhador’ (Foto: Lucas Dantas)

 

Todo o valor, que não inclui os gastos com a estrutura, deve ser pago à empresa Grimark Eventos Ltda. Me, e envolve também a apresentação dos artistas Ludmilla e Rodrigo Fela (R$ 72 mil); Latino, Onze 20 e Lucas Morato (R$ 68 mil); Léo Magalhães e Everton & André (R$ 75 mil); Art Popular, Cyro Aguiar, Bom Gosto e Hellen Caroline (R$ 65 mil); Gabriel Gava E Sampa Crew (R$ 69 mil). A sertaneja Paulo Fernandes teve o cachê mais alto (R$ 148 mil).

 

O portal informa ainda que o valor ainda não foi pago. O evento teve o apoio da Tropical FM, CUT, Força Sindical, UGT, Nova Central Sindical de Trabalhadores e a Central dos Sindicatos Brasileiros e reuniu mais de 50 mil pessoas.

 

Líder de governo negou custos

 

Durante sessão da Câmara Municipal, antes da realização do show, o líder do governo na Câmara, o vereador Samuel Vasconcelos (PT), disse que a Prefeitura arcaria “apenas com a estrutura para realização dos eventos e que o pagamento de artistas seria feito pelas centrais sindicais”.

 

O artista Sam Alves, que encerrou o show, não consta na lista de pagamento da Grimark.

 

Fonte: Folha Metropolitana