Moradores da Vila União pedem paralisação das obras do Rodoanel

0
678

 

Os moradores da Vila União solicitaram aos funcionários da obra do Lote 5 do Rodoanel a paralisação dos serviços na manhã de ontem, devido aos transtornos que a construção está causando ao bairro. Diversas pessoas se reuniram no Instituto de Cidadania Vila União, e no início da tarde receberam representantes da construtora responsável pelas obras, que prometeu melhorias.

“Queremos a melhoria do bairro, pois a obra do Rodoanel foi feita para nos trazer benefícios, e só estamos tendo transtornos. As ruas estão esburacadas, as casas estão rachando devido a explosões, além de toda a água e lama que desce as ruas quando chove, invadindo a moradia de muitas pessoas”, reclamou o presidente do Instituto Cidadania Vila União, que se identificou apenas como “Zé Pedreiro”.

 

rodoanel-problemas-guarulhos

Na última semana, com as fortes chuvas que caíram na cidade, muitas ruas do bairro alagaram, e a água e a lama invadiram as casas, deixando o prejuízo e a sujeira para os moradores. “Eu moro com meu marido e cinco filhos, um deles deficiente. Tive que sair correndo, às pressas, com medo de que acontecesse algo”, contou Adriana Jaciuk, de 35 anos, dona de uma das casas que mais sofreu com a chuva.

O jornal Guarulhos Hoje testemunhou muitas casas com as paredes rachadas, e os moradores afirmam que isto começou após as explosões para a construção do Rodoanel.

Um dos pedidos do Instituto de Cidadania Vila União é para que seja feito um cadastro das famílias em situação de risco, e que elas sejam removidas de onde moram.

“Se nada for feito, a situação vai piorar quando as obras terminarem, pois a velocidade com que a água vai descer será maior”, disse José Aldo da Silva, de 45 anos, morador do bairro.

De acordo com o presidente do Instituto de Cidadania Vila União, um representante da construtora que cuida do Lote 5 do Rodoanel foi até os moradores, e prometeu melhorias em breve. Com isso, ele afirmou que não pedirá para que as obras sejam novamente paralisadas.

A reportagem tentou contato com a Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), responsável por todas as obras do Rodoanel, mas até o fechamento desta edição não obteve um posicionamento da empresa.

 

Fonte: Guarulhos Hoje