GCM e PRF apreendem materiais utilizados na fabricação ilegal de linhas cortantes

0
64

 

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Guarulhos e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) atuaram em parceria na sexta-feira (12) para apreender produtos utilizados na fabricação de linhas cortantes de pipa. Dentre os materiais destinados à destruição estavam cinco potes de cerol apreendidos pelos guardas na Vila Nova Bonsucesso e mais quatro potes de cola e dez sacos com pó de vidro, pó de ferro e pó de quartzo encontrados pelos policiais no km 87 da rodovia Fernão Dias, na Vila Flora.

Todo o material apreendido seguiu para a Secretaria de Serviços Públicos, responsável pelo descarte apropriado e seguro ao meio ambiente. O cerol, mistura de cola e cacos de vidro moído, atualmente tem uma nova versão, a linha chilena, produzida com pó de quartzo, óxido de alumínio e pó de ferro, o que a torna quatro vezes mais cortante do que o cerol. O uso, a posse e a comercialização desses produtos são crimes previstos pela lei municipal 7.768/2019.

 

O cerol e a linha chilena são proibidos e perigosos, principalmente para os motociclistas, ciclistas e pássaros, que podem sofrer ferimentos graves e até fatais. Além disso, seu uso também causa prejuízos à cidade, como o rompimento de fios e até de cabos de alta tensão.