Esgoto a céu aberto em Cumbica

0
662

 

Há dois anos os moradores da rua Valdemiro Timanti, na Cidade Jardim Cumbica convivem diariamente com o mau cheiro e a sujeira em decorrência de uma caixa de esgoto a céu aberto. A situação desconfortável pirou ainda mais com a proliferação de ratos e insetos que invadem as casas e colocam em risco a saúde da população local.

 

cumbica-esgoto

Para tentar driblar o mau cheiro exalado pela caixa, os próprios moradores improvisaram tampões de madeiras para manter o esgoto coberto. Porém, o método não é eficaz. De acordo com a auxiliar de limpeza Ana Lúcia Elias, 47 anos, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) já esteve no local por inúmeras vezes sem solucionar o problema.
“Eles fazem a limpeza superficial. Três dias depois está tudo aí de novo. O mau cheiro é insuportável e as fezes correm pela porta de todas as casas. É impossível lavar a rua todos os dias por causa da falta de água. Daí, a rua está infestada de ratos e baratas que entram nas casas. Não aguentamos mais essa situação”, explica.

A dona de casa Iraci dos Santos Damásio, 49, comenta que falta maquinário para que o problema seja solucionado. “Eles teriam que quebrar a rua para consertar os canos que devem estar entupidos ou quebrados, mas não querem fazer isso. Um absurdo”, lamenta.

Os moradores apontam que a situação já afetou a saúde de moradores da rua. “Essa sujeira entra para minha casa. Meu neto teve contato com o esgoto e ficou doente”, comenta a dona de casa Floraci dos Santos, 55.

O Saae informou que o problema de extravasamento de esgoto foi resolvido, momentaneamente, com a desobstrução de um ramal residencial de ligação de esgoto por meio de varetas (ou hastes flexíveis). A autarquia afirma que retornará ao local para trocar o ramal, serviço no qual será necessário a escavação da via para sanar o problema em definitivo.

 

Fonte: Guarulhos Hoje