Apreensão de menores aumenta em Guarulhos

0
964

 

A apreensão de menores em Guarulhos por cumprimento de mandados judiciais  aumentou 933% quando comparamos os seis casos de 2013 com as 62 do ano seguinte. Os dados são da Secretaria Estadual de Segurança Pública. Nem todos os adolescentes pegos pela polícia cumprem medidas socioeducativas nas três unidades da Fundação Casa na cidade, onde atualmente estão quase 200 infratores.

 

Do total de apreensões de menores feitas no ano passado, 368 foram em flagrante. No ano anterior foram 320. Isso representa um aumento de 15%.

 

menor-guarulhos

Cotidiano – GCMs apreendem menores infratores por roubo no Centro de Guarulhos e os conduzem ao 1º DP, que fica na mesma Região (Foto: Lucas Dantas)

 

Para o coordenador do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Yves de Roussan, Waldemar Olimar, é “evidente” a tendência de adolescentes em assumir a autoria de crimes “na hora agá”. Isso seria, segundo ele, um fator que contribui para o aumento do número de apreensões. “Pelo fato dos menores, e também maiores de idade, saberem que as leis são mais brandas para os adolescentes, os infratores acabam assumindo a autoria de crimes, aumentando consequentemente as estatísticas”.

 

Olimar acrescentou que deveria haver um “endurecimento” nas punições contra os adultos que cooptam menores para realizar crimes. “Mas, infelizmente, é evidente a falta de políticas públicas para tratar deste assunto”.

 

‘Aumento é escolha da polícia’, diz jurista

 

Para o jurista Luiz Flávio Gomes o aumento de apreensões de adolescentes resulta da “escolha da polícia”. “Os policiais relacionam o perfil das pessoas que irão prender. Por causa disso, há o aumento ou a diminuição das detenções de determinados perfis”.

 

Ele acrescentou que menos de 1% dos crimes registrados em todo o país são praticados por menores. “E se considerarmos crimes violentos, os adolescentes são responsáveis por somente 0,5%”, complementa.

 

Ainda de acordo com a SSP, as prisões de adultos caíram 2,5% em Guarulhos, quando comparamos as 3.384 detenções de 2013 com as 3.214 do ano seguinte.

 

Roubo e tráfico são os crimes mais praticados

 

Segundo a Fundação Casa, os dois tipos de crimes mais praticados pelos menores que cumprem medidas socioeducativas são o furto qualificado e o tráfico de drogas.

 

O último levantamento feito no Estado em 23 de janeiro indica que 9.278 infratores estão apreendidos nas 151 unidades da fundação em São Paulo. Deste total, 4.271 são por roubo qualificado (43,86%) e 3.693 por tráfico de drogas (37,93%).

 

Fonte: Folha Metropolitana