Saae atende 135 chamadas diárias de vazamentos

0
306

 

Em meio a crise hídrica que atinge todo o estado de São Paulo, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Guarulhos vem atendendo diariamente 135 chamadas de vazamentos na cidade. Segundo a autarquia no período de março de 2014 e março deste ano, foram realizados 36.216 atendimentos que foram realizados por 35 equipes de manutenção de água, sendo 23 próprias e 12 contratadas.

Especificamente no que se refere aos vazamentos, o Saae procura atender prontamente às solicitações feitas para conserto de vazamentos simples. Já os vazamentos não aparentes (ou não visíveis) podem necessitar de pesquisas mais elaboradas, por geofonamento – Técnica de escuta de ruído de vazamento através de geofones eletrônicos ou mecânicos –, por exemplo. O Programa de Controle e Redução de Perdas busca vazamentos que não se manifestam nem afloram. Pesquisa com geofonadores detecta esses vazamentos, que não correm pelas ruas e sim no interior do sistema de abastecimento. Em 2014 foram realizados, aproximadamente, 2.300 km de geofonamento.

 

saae-guarulhos

Além do programa contra os vazamentos, o Saae vem atuando também na redução das perdas de água. O índice de perdas totais caiu de 51,06% (em 2000) para 37,2%, de acordo com o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) 2012. Considerando dados mais atualizados de 2014, o índice de perdas é de 35%. O valor não se refere à água que não foi utilizada e sim, a vazamentos, ligações clandestinas, erros de medição e furtos.

Ainda assim, o número é menor que a média brasileira de perdas de água que é de aproximadamente 40% (incluindo perdas reais e aparentes), mas em algumas empresas de saneamento essas perdas superam 60%. O Plano Nacional de Saneamento definiu para o índice o valor de 31% em 2033. “As perdas representam um dos maiores desafios e dificuldades para a adequada distribuição de água no Brasil e o nível de combate às perdas tem sido muito desigual pelos estados brasileiros”, afirmou o presidente da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária, Dante Ragazzi Pauli.

 

Fonte: Guarulhos Hoje