Aeroporto de Guarulhos promove campanha de doação de sangue nesta terça e quarta-feira

0
68

 

A GRU Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, realizará nesta terça (23) e quarta-feira (24), das 9h às 15h, a quarta edição da campanha de doação de sangue em parceria com a Prefeitura, a Fundação Pró-Sangue e o Hospital Stella Maris. A campanha está aberta a toda comunidade aeroportuária e aos visitantes, desde que atendam aos requisitos para ser um doador. O local da coleta será no Terminal 2, no auditório do Check-in B (mezanino).

 

Foto: Fábio Nunes Teixeira/PMG

 

“Na mais recente edição arrecadamos 164 bolsas de sangue, sendo que cada uma pode salvar até quatro vidas, e podemos observar o interesse da comunidade aeroportuária em participar. Isso só reforça a importância da doação e o elo de solidariedade para ajudar a manter em níveis adequados os estoques nos hemocentros”, diz Georges Chaoubah, diretor de Operações da concessionária.

 

“O Programa de Coleta Externa assume um papel importante para a manutenção dos estoques da Pró-Sangue, que abastece mais 80 instituições da rede pública da Região Metropolitana de São Paulo. E a adesão da GRU Airport e de noutras empresas a essa iniciativa tem sido decisiva para que alcancemos os nossos objetivos, que é garantir uma melhor qualidade de vida para os pacientes que dependem da transfusão de sangue”, comenta Sandra Esposti, médica responsável pelo Programa de Coleta Externa da Fundação Pró-Sangue.

 

Para os doadores que preferirem ir de carro, é possível usar o estacionamento do aeroporto, no bolsão Standard do Terminal 2, com gratuidade nas duas primeiras horas durante os dois dias da campanha. O voucher que dará a gratuidade será entregue após a doação no auditório. Na saída basta apresentar o ticket e o comprovante no guichê Índigo, no desembarque oeste do Terminal 2.

 

Orientações para a doação de sangue

 

Para doar é preciso estar em boas condições de saúde, se alimentar, ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto recente. Recomenda-se evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e 12 horas sem ingerir bebidas alcoólicas. Não doar em caso de sintomas de gripe ou resfriado.

 

Vale lembrar que viagens podem trazer alguns impeditivos à doação. Quem viajou para estados brasileiros onde há prevalência de malária deve aguardar 12 meses após o retorno para doar. Já os viajantes que vieram do exterior geralmente têm um período de inaptidão de 30 dias após retornar ao país.

 

Mais informações podem ser encontradas no site da Pró-Sangue: https://www.prosangue.sp.gov.br/home/.