Solo contaminado em escola pode ter causado morte de criança

1
713

 

Uma criança de 4 anos morreu na última quarta-feira em Guarulhos, e familiares suspeita que a causa pode ter sido uma contaminação por metais pesados que estão presentes no solo de um terreno que fica ao lado da Escola Municipal José Jorge Pereira, na Vila Flora, onde estudava.

Segundo informações, ela teria saído bem da escola, após uma festa de Páscoa, mas ao chegar em casa começou a se sentir mal e acabou hospitalizada. Funcionários também acreditam que problemas de saúde e até casos de aborto dos trabalhadores do local possam ter sido causados pela contaminação.

 

morte-escola-guarulhos

Algumas atividades chegaram a ser canceladas na escola após a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) confirmar a contaminação do solo, em março de 2013, por produtos como arsênio, benzeno, chumbo, metanol, dente outros, que podem por em risco a saúde e a vida.

Para a Prefeitura de Guarulhos, a área em questão precisa ser dividida em duas para melhor compreender o que acontece no local. O terreno contaminado está de um lado, e do outro a área onde está a EPG José Jorge Pereira. A área da escola está em permanente monitoramento pela empresa ERL, credenciada pela Cetesb, que afirma que não há indicação de risco para inalação de vapores por parte dos alunos e funcionários.

Mesmo assim a Prefeitura vai transferir todos os 290 alunos para uma nova escola que está sendo construída na mesma região. Mas a obra foi paralisada por questões contratuais com a vencedora da licitação, e o processo de contratação de uma nova empreiteira está adiantado e em breve a construção será retomada. Enquanto isso, as aulas ocorrem normalmente.

A Secretaria de Saúde confirmou a morte do aluno, mas disse que apenas o laudo do Instituto Médico Legal (IML) poderá comprovar a causa.

 

Fonte: Guarulhos Hoje