Qualidade do Tietê em Guarulhos está ruim

0
511

 

Um relatório da Fundação SOS Mata Atlântica, divulgado ontem, apontou que o trecho de rio morto do Tietê que passa por Guarulhos teve qualidade rebaixada de regular para ruim. Monitoramento do projeto “Observando o Tietê” mostra a baixa nos índices nos 71 quilômetros entre o município e Pirapora do Bom Jesus.

 

tiete-guarulhos

O resultado é parte do relatório “O Retrato da Qualidade da Água e a evolução parcial dos indicadores de impacto do Projeto Tietê”. No estudo anterior, realizado em 2010, o trecho analisado no Ribeirão Cabuçu era considerado de qualidade regular. Já na avaliação deste ano, o mesmo local foi classificado como ruim.

Contudo, o relatório geral apontou redução no trecho de rio morto. No início do projeto de despoluição, em 1993, o rio estava morto em 530 quilômetros, de Mogi das Cruzes até o reservatório de Barra Bonita. No fim de 2010, ao término da segunda etapa do Projeto Tietê, a extensão compreendia 243 quilômetros, de Suzano até Porto Feliz. Com a mancha atual, entre Guarulhos (132 km da nascente) e Pirapora do Bom Jesus (203 km da nascente), a redução foi de 86,6% em relação a 1993 e de 70,7% em relação a 2010.

A pesquisa indica que as secas e as chuvas no Estado impactaram a qualidade da água do rio Tietê, especialmente no trecho de 38 quilômetros entre Guarulhos, passando pelas Marginais na capital paulista, até a divisa com o município de Osasco.

 

Fonte: Guarulhos Hoje