Projeto Lídia selecionado pelo FunCultura oferece palestra e curso de economia criativa para mulheres guarulhenses

0
70

 

Entre centenas de projetos que responderam ao edital da Secretaria de Cultura de Guarulhos, está o projeto Lídia – Mulheres guarulhenses, o único voltado  para a necessidade de mulheres que em meio a pandemia, se viram sem emprego ou qualquer fonte de renda. A idealizadora do projeto, Cristiane Juliari, percebeu que além de valorizar e reconhecer, é possível compartilhar e também fomentar renda através da herança cultural, sobretudo em momentos como o que o mundo enfrenta.

 

 

Em um cenário de extrema crise econômica, agravada pela pandemia Covid-19, o percentual de desemprego no Brasil chegou a 14,6%, o maior desde 2012, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). O número já é bastante expressivo, chama mais atenção quando feita a separação por gênero de trabalhadores, as mulheres são as que mais perderam postos de trabalho, 16,8% das mulheres ficaram sem emprego, enquanto entre os homens o índice foi de 12,8%.

 

Em contrapartida, as mulheres logo buscam formas de renda alternativa, elas são as que mais empreendem no Brasil, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), do IBGE, mostrou que 9,3 milhões de mulheres são líderes de seus próprios negócios no Brasil, 44% dessas mulheres resolveram empreender por necessidade.

 

É por compreender esse cenário que Cris Juliari, que é assistente social, artesã e empresária, criou o Projeto Lídia, de aprendizagem de técnicas artesãs para mulheres de baixa renda. O objetivo é oferecer uma opção de economia criativa através da confecção de artigos a base de papel cartonado com forração de tecido como caixas de presentes, de armazenagem de objetivos, maquiagens e também colares com fio náutico.

 

O projeto será aplicado por meio do Fundo Municipal de Cultura (FunCultura) da Prefeitura de Guarulhos, de acordo com a Lei 14.017/2020 (lei Adir Blanc) e teve aprovação, para ministrar palestras e aulas à mulheres negras, guarulhenses e de baixa renda, por uma semana (01 a 05 de Março de 2021).

 

O projeto Lídia – Mulheres guarulhenses

 

O Projeto Lídia – Mulheres guarulhenses, foi selecionado entre centenas de outros projetos concorrentes, com aplicação de recursos federais da Lei Adir Blanc (Lei 14.017/2020), aplicado na cidade de Guarulhos, pelo FunCultura, da Secretaria Municipal de Cultura. Entre todos os projetos ele é o único voltado ao fomento de renda para mulheres negras de baixa renda.

 

Com uma palestra inicial abordando temas como lugar e espaço da mulher brasileira; as faces dinâmicas do mundo do trabalho e os desafios da mulher negra, Cris Juliari e outras convidadas, encorajam as participantes a enxergarem oportunidades e formas de sobressair na crise, encontrando oportunidade nas dificuldades.

 

Nos dias seguintes, essas mulheres recebem aulas práticas de criação e confecção de itens artesanais que posteriormente poderão ser oferecidos a terceiros, abrindo oportunidade para um novo negócio e uma forma alternativa de renda.

 

Além da questão financeira e de renda, o projeto também trata dos benefícios à saúde do corpo e da mente; autoconhecimento; melhora nas percepções artísticas e nas relações sociais.

 

Compreendendo as dificuldades individuais das inscritas, todos os materiais para o curso serão oferecidos gratuitamente às participantes como kit individual de alimentação.

 

Devido restrições impostas pela pandemia Covid-19, o número de participantes teve que ser reduzido, mas o seu objetivo e metodologia se manterão, se adequando ao cenário atual/local.

 

Cristiane Juliari

 

Nascida e residente em Guarulhos, Cris Juliari é assistente social (CRESS 30664), formada pela Universidade de Guarulhos, empresária e artesã. Trabalha, há mais de quinze anos com instituições sem fins lucrativos, que desenvolvem ações junto a mulheres de baixa renda, sobretudo as negras, no combate e violência, solidão e racismo.

 

PROJETO LÍDIA – Mulheres Guarulhenses 

 

Curso de cartonagem com tecido e colares de fio náutico 

 

Número de participantes: 40 mulheres (divididas em 4 turmas de 10 participantes respeitando todos os protocolos de saúde e segurança) 

Duração de aulas diárias: 5h/dia 

Kit material de aulas + kit alimentação incluso 

Período de inscrições: 01 a 08 de Março de 2021 – Semana de comemoração ao Dia Internacional da Mulher, através do e-mail:[email protected] 

Informações: 95933-1430 c/ Cris Juliari