Primeiros dias da Semana do Trânsito em Guarulhos abordam Lei Seca e travessia segura

0
118

 

As primeiras ações da Semana Nacional do Trânsito (SNT) em Guarulhos foram realizadas em bares da região da Vila Galvão, no entorno do Lago dos Patos, com o intuito de alertar motoristas sobre os riscos de dirigir após consumir bebida alcoólica.

 

 

De forma lúdica, três atores interpretaram os papéis de um indivíduo bêbado, um anjo e a morte para uma dinâmica de conscientização sobre a Lei Seca. Na oportunidade foram abordadas mais de 500 pessoas, que receberam materiais informativos com orientações e brindes.

 

Além disso, a Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana (STMU) também promoveu atividades em faixas de pedestres na praça Oito de Dezembro, região do Taboão, e no cruzamento entre a avenida Faria Lima e a rua Antônio Artoni, no  Jardim Cocaia. Para chamar a atenção sobre travessia segura os atores se fantasiaram de celular, faixa de pedestre e juiz, que parabenizava aqueles que completavam a travessia pela faixa com um cartão verde.

 

A STMU identificou que esse era um cruzamento vulnerável, com muitas ocorrências de trânsito. “O motorista precisa entender que a preferência é sempre do pedestre. Quem dirige está ao volante durante parte do percurso, porém, ao descer do veículo, essa pessoa se torna pedestre também. E vale lembrar que o uso indevido do celular é uma das maiores causas de vítimas no trânsito. Então, atenção redobrada!”, alertou o secretário Luigi Lazzuri Neto.

 

De acordo com o diretor de Trânsito da STMU, Hormindo Junior, as medidas foram bem aceitas pela população. “Os munícipes têm nos fornecido retornos positivos sobre a implantação da faixa de pedestre e nossas equipes têm observado que os motoristas estão respeitando mais o cruzamento”, afirmou.

 

“Além das faixas, implementamos ilhas e canteiros centrais para facilitar o abrigo do pedestre enquanto ele atravessa. Dividir o percurso em duas etapas é mais seguro. Também realizamos obras a fim de diminuir a velocidade da via”, explicou Junior.

 

Elaine Zemuner, vendedora em uma loja localizada em frente à nova faixa de pedestres, relatou que a mudança trouxe maior segurança aos moradores. “Depois da faixa não presenciamos mais nenhuma batida, e antigamente eram muitos os acidentes. Agora as pessoas ficam aguardando para atravessar e os motoristas estão respeitando mais”, disse.

 

As iniciativas contaram com a participação de educadores e agentes de trânsito da STMU, integrantes da Guarda Civil Municipal, da Secretaria da Saúde, do Corpo de Bombeiros e da Universidade Guarulhos (UNG).