Prefeitura oferece formação para professores sobre o uso de tecnologias digitais

0
77

 

Com o intuito de contribuir para o desenvolvimento das ações pedagógicas nas escolas municipais, a Secretaria de Educação de Guarulhos tem realizado formações com os professores sobre o uso de tecnologias digitais para potencializar a utilização do Laboratório Móvel de Informática por meio de netbooks com os alunos. A iniciativa faz parte do Programa de Inclusão Digital (Plug) da Prefeitura. Cada Laboratório Móvel de Informática nas unidades escolares contém 40 netbooks.

 

 

Neste movimento as equipes da EJA (Educação de Jovens e Adultos) das EPGs Mário Quintana e Amélia Duarte receberam a formação em hora-atividade para que as propostas sejam desenvolvidas com os educandos. Essas formações são realizadas no horário de trabalho coletivo nas escolas com a presença da direção, da coordenação e dos professores e ajudam os educadores a alcançarem a melhoria da qualidade do ensino.

 

A ação fomenta o desenvolvimento de propostas que dialogam com as aprendizagens do eixo O Educando e as Tecnologias da Proposta Curricular Quadro de Saberes Necessários (QSN), que contribuem para a reflexão sobre aspectos práticos e estratégias para o uso de equipamentos, como o netbook, entre outros recursos digitais. De acordo com o QSN, aprender a utilizar e refletir sobre as tecnologias são direitos dos educandos. Assim, é fundamental que os professores conheçam e explorem diferentes recursos tecnológicos para que possam planejar suas práticas utilizando-os de maneira mais significativa e de acordo com o contexto da sua turma.

 

“Diante da atual realidade, em que houve um avanço tecnológico significativo, é fundamental que a escola utilize espaços de reflexão sobre os diferentes recursos, possibilitando que os alunos explorem, pesquisem e reflitam criticamente sobre os usos e os impactos que as tecnologias provocam em nossa sociedade”, explica a coordenadora de Programas Educacionais de Guarulhos, Paula Araujo.

 

A ação formativa foi apresentada e ofertada para todas as escolas da rede por meio da revista de formação permanente divulgada no início do ano letivo de 2022.

 

Para solicitar a formação é importante que a equipe escolar defina qual o tema acerca do uso da tecnologia contribuirá para o desenvolvimento do projeto anual da escola. Deste modo, a equipe de formação poderá adequar uma proposta de reflexão e utilização de equipamentos e ferramentas tecnológicas junto aos educandos.