Prefeitura lança Campanha do Agasalho com meta de arrecadar 500 mil peças

0
698

 

O lançamento oficial da Campanha do Agasalho 2018 de Guarulhos“Juntos com o campeão, venceremos o frio!” ocorreu nesta quarta-feira, dia 21, com as presenças do prefeito Guti, embaixador oficial da campanha, o jogador de vôlei Serginho, e tropa do Tiro de Guerra que entoou os hinos Nacional e de Guarulhos, no auditório do Paço Municipal. A meta de arrecadação, coordenada pelo Fundo Social de Solidariedade, é de 500 mil peças, lembrando que ano passado foram recebidas 300 mil peças.

 

Foto: Fábio Nunes Teixeira/PMG

 

A campanha vai até o dia 27 de agosto e contará com 500 postos de arrecadação distribuídos pela cidade como comércio, redes de supermercados, escolas, universidades, e em todos os órgãos da Prefeitura identificados com cartazes ou caixas de coleta. Podem ser doados cobertores, agasalhos e qualquer tipo de roupa em bom estado, como infantis, femininas, masculinas e para bebês.

 

Durante a cerimônia, o prefeito Guti agradeceu o serviço prestado pelo Tiro de Guerra, que é parceiro da ação todos os anos, e ao jogador por emprestar sua imagem. “Vamos superar as 300 mil peças de 2017 e atingir 500 mil com a ajuda de todos, ainda mais com o Serginho levando sua liderança fora das quadras. Precisamos de gente de seu calibre, que faz a diferença. Sou seu fã como ser humano, Serginho. Esta é uma ação da cidade e não temos dúvida que bateremos esta meta”, afirmou o prefeito, revelando ainda que o radialista Milton Neves também irá divulgar a campanha no seu programa de rádio.

 

O Chefe do Executivo Municipal anunciou ainda que a campanha já conta com mais de seis mil peças arrecadadas, como as do Colégio Almanac (100 cobertores), RV Ímola (100 cobertores), Guarulhos Transporte (100 cobertores), Guarucoop (mil peças de roupa) e Guarupass (cinco mil peças).

 

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Elen Farias enfatizou sobre a solidariedade das pessoas. “A Campanha do Agasalho é um dos mais importantes eventos do Fundo Social, que une a todos em objetivos comuns: dedicar amor ao próximo e doar-se. Tirar um tempo para separar as roupas para doar e, ao mesmo tempo pensar como somos felizes em ter um teto para morar e roupas quentes para vestir, já que tantos não têm”, declarou Elen.

 

O jogador Serginho atual jogador de vôlei do Corinthians-Guarulhos contou sobre sua passagem por Guarulhos na década de 90. “Não vou falar aqui como um atleta olímpico, mas como cidadão, por que me sinto cidadão daqui, A cidade em 1994, 1995, 1996 matou a minha fome. Na condição de cidadão que ama esta cidade, quero mostrar a todos que sou igual a todo mundo e quero ajudar as pessoas. É fácil ser um jogador de vôlei, contudo o mais difícil é ser um exemplo fora das quadras,” relatou o único jogador de vôlei do país com quatro medalhas olímpicas no currículo (dois ouros e duas pratas), além de títulos mundiais.

 

De acordo com o secretário de Desenvolvimento e Assistência Social, Alex Viterale, as doações recebidas em 2017 foram utilizadas também para auxiliar a população que procura os 12 Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e outros equipamentos municipais. “Mais do que arrecadação de roupas para os que necessitam, a campanha leva dignidade. Recebemos periodicamente cerca de 50 a 80 pedidos de quem não tem um sapato para calçar”,disse o secretário, destacando ainda a  importância da participação do Tiro de Guerra no auxílio da arrecadação de doações nos condomínios do Parque Cecap e também na distribuição de roupas da campanha às instituições.

 

Agradecendo as instituições parceiras, a secretária-adjunta de Desenvolvimento e Assistência Social, Claudia Papotto, ressaltou a necessidade do envolvimento de toda sociedade na campanha. “Além do agradecimento que já faço antecipadamente aos colaboradores da campanha, faço apelo, não apenas aos empresários, mas também ao munícipe que doe agasalhos nos postos de arrecadação”, disse Papotto.

 

A cerimônia contou ainda com a presença de diversos membros do Legislativo Municipal, secretários e gestores municipais, representantes de instituições sociais, membros da ACE e da Guarucoop.