Prefeitura implanta polo de transmissão online do curso básico de gerontologia

0
87

 

A Prefeitura de Guarulhos implantou nesta sexta-feira (25) o polo de transmissão simultânea do VII Curso Básico e Internacional de Gerontologia e Geriatria, ministrado pelo Instituto Paulista de Geriatria e Gerontologia “José Ermírio de Moraes” (IPGG), em cerimônia realizada no auditório da Secretaria de Educação. O prefeito Guti participou do evento acompanhado do secretário de Direitos Humanos, Abdo Mazloum, do subsecretário de Políticas para o Idoso, Walid Shuqair, da presidente do Acolher Instituto, Zina Costa, e da coordenadora do curso de gerontologia do IPGG, Silmara Moreira Alves.

 

Foto: Ivanildo Porto/PMG

 

A gerontologia é a ciência que estuda o processo de envelhecimento nos aspectos biológico, psicológico e social. Mais especificamente, ela visa a atender aos objetivos da promoção da saúde, da prevenção e do tratamento de doenças, além da reabilitação funcional e de eventuais cuidados paliativos.

 

O curso, uma iniciativa do IPGG que conta com a organização do Acolher Instituto e o apoio administração municipal por meio da Subsecretaria de Políticas para o Idoso, será ministrado pela internet com transmissão online simultânea no polo. Até o momento 170 pessoas já se inscreveram.

 

As aulas, que são gratuitas e voltadas aos profissionais e graduandos que atuam na área da saúde e do envelhecimento, visam à capacitação para a atenção integral e integrada à saúde da pessoa idosa e ao desenvolvimento educacional em gerontologia no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Atenção aos idosos

 

“É fundamental envelhecer com qualidade de vida. Esta capacitação é importante por dois motivos: abre perspectivas ao profissional que vai adquirir conhecimentos e também vai possibilitar melhor atendimento às pessoas idosas, as quais contribuíram muito com o desenvolvimento de nosso município. Guarulhos trabalha muito para que todos tenham qualidade de vida, em especial os idosos. Uma proposta que estamos executando com maestria é a Academia na Praça, destinada à prática de atividade física àqueles que têm mais de 60 anos. Saúde pública é mais barata com a prevenção”, afirmou o prefeito.

 

Mazloum destacou a relevância da parceria com o IPGG e o Acolher Instituto. “A parceria é importante para qualificar melhor os profissionais que se dedicam à assistência da pessoa idosa, os quais terão seu conhecimento ampliado nessa área, que passou a ser difundida há poucas décadas no país”, disse o secretário.

 

Já o subsecretário de Políticas para o Idoso abordou o empenho do Acolher Instituto na viabilização do curso. “O polo vai atender os moradores, os profissionais e os técnicos que cuidam da pessoa idosa e contribuir na construção da melhoria dessa assistência. Temos os profissionais da assistência social e da saúde que atuam na vanguarda do atendimento aos idosos nos equipamentos municipais, nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) e na rede de saúde”, afirmou Shuqair.

 

Para a presidente do Acolher Instituto, a iniciativa é uma conquista para o município. “Conseguimos ampliar a parceria com o IPGG com o apoio da Prefeitura. A ideia é trazer o curso para a linha de frente dos que atendem o idoso, como as áreas da assistência social e da saúde. Tenho certeza de que ele será um marco para a cidade no atendimento à pessoa idosa”, disse Zina.

 

De acordo com a coordenadora do curso do IPGG, outras cidades também participarão da formação. “O curso desta vez tem uma novidade, a modalidade a distância. Temos a honra de ter o município de Guarulhos participando juntamente com outras cidades brasileiras. A nossa intenção é capacitar o maior número de pessoas para o atendimento de nossos idosos em todos os aspectos biopsicossociais. É gratificante ver a sementinha sendo espalhada”, comentou Silmara.

 

Os participantes do evento desta sexta-feira assistiram à palestra “A Gerontologia no cuidado integral à pessoa idosa: conceitos e intervenções”, a cargo da especialista em saúde da pessoa idosa e assistente social Regislaine Leôncio Pereira, que é mestre em gerontologia e atua como gerente no Centro de Referência à Saúde do Idoso (Ceresi) da Prefeitura.