Polícia investiga agressão em escola

1
1227

 

Policiais do 3º DP de Guarulhos investigam um grupo de seis jovens que agrediu o professor Ernani Eugênio Baltazar Ferreira, 42, que leciona matemática na Escola Estadual Soimco II, em Cumbica. As agressões aconteceram na última terça-feira, 17, depois das aulas, fora da escola. A vítima afirmou que foi agredida por ser “rigoroso”.

 

professor-guarulhos

Ataque – Professor foi agredido na saída da escola Cidade Soimco II, em Cumbica (Foto: Rômulo Magalhães)

 

De acordo com o Boletim de Ocorrência, Ernani declarou que no dia da agressão ouviu gritos e quando olhou para trás recebeu uma pedrada nas costas. Depois disso, ele foi cercado pelo grupo, mas conseguiu fugir e saiu correndo, em direção a sua residência, que fica próxima a escola.

 

Na fuga, os menores ainda arremessaram uma garrafa de vidro, que atingiu e feriu a perna esquerda do professor. Ferreira está de licença da escola.

 

O diretor do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), Ezio Expedito Ferreira de Lima, afirmou que já tomou ciência do caso e vai entrar em contato com o professor para dar todo o suporte necessário. “O governo não dá garantia e proteção para nenhum professor”, afirmou Lima.

 

A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo informou que aguarda a polícia realizar as investigações para averiguar o que aconteceu. O boletim foi encaminhado para a Vara da Infância e Juventude de Guarulhos.

 

Segundo pesquisa divulgada pela Apeoesp no ano passado, 44% dos professores da rede estadual já sofreram algum tipo de violência na escola.

 

Fonte: Folha Metropolitana