Mulher esconde entorpecente análogo à maconha em sua genitália para entrar no CDP de Guarulhos I

0
197

 

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que, no último sábado (20), os agentes de segurança do Centro de Detenção Provisória I (CDP) “ASP Giovani Martins Rodrigues”, de Guarulhos, unidade administrada pela Coordenadoria das Unidades Prisionais da Região Metropolitana de São Paulo (Coremetro), detectaram através das imagens do aparelho scanner corporal que, uma visitante tentava entrar na unidade, com um invólucro de entorpecentes escondido em sua genitália.

 

Ao ser questionada a respeito do material visto em seu corpo, a visitante foi encaminhada para local apropriado e retirou o invólucro contendo substância análoga à maconha, aproximadamente 104 gramas. O Boletim de Ocorrência do caso foi registrado no 4° Distrito Policial de Guarulhos.

 

Deve-se observar que visitas flagradas tentando adentrar com objetos ilícitos em unidades prisionais são automaticamente suspensas do rol de visita.