Marcha da Consciência Negra terá show

0
1480

 

Na próxima sexta-feira (20), Guarulhos realizará a sua 10ª edição da tradicional marcha contra o racismo, com o tema “Retroceder Jamais”. A marcha sairá às 9h, da praça dos Estudantes, no Centro, do Marco da Consciência Negra, com destino ao Adamastor Centro.

Assunto: Marcha da Consciencia Negra Local: Praça do Estudante Data: 20/11/2013/ Fotos: José Luiz/PMG
Assunto: Marcha da Consciencia Negra
Local: Praça do Estudante
Data: 20/11/2013/
Fotos: José Luiz/PMG

Na concentração, haverá apresentação da cantora Céllia, em comemoração ao Marco, inaugurado em homenagem à data. “Esse é o ponto de onde saímos todos os anos; então, é muito justo que o Marco tenha sido erguido aqui. Agora, temos mais um local para celebrar a nossa história”, disse a coordenadora de Igualdade Racial do município, Edna Roland.

Por volta das 13h30, haverá a apresentação do V Festival de Culturas e Artes Negras, com o bloco Afoxé da Liga das Escolas de Samba e o encontro de comunidades e sambistas com Projeto Samba Fino. Haverá também exposição de artes afro-brasileira e indígena e contação de história no auditório 3B, com Tânia Amares.

 

Totem

Medindo 3,70 metros de altura, o Marco é feito de ferro cilíndrico com 40 centímetros de diâmetro, preto, e contém 13 figuras moldadas na vertical, com símbolos Adinkra, dos povos Achanti, de Gana, e dos Gyaman, da Costa do Marfim, que são de onde vieram muitos dos antepassados dos afrodescentes. Esses símbolos são: Sankofa (“voltar e buscá-la”/símbolo da importância de aprender com o passado), Nsoromma (criança do céu (estrelas)/ símbolo da guarda/ um lembrete que Deus é o pai e que zela por todos os povos), Adinkrahene (liderança, carisma e grandiosidade), Dwennimmen (entendimento/ símbolo de humildade, juntamente com a força), duas cabeças pensam melhor do que uma, Mate Masie (“o que eu ouço, eu continuo”/ conhecimento, sabedoria, prudência/prudência de se levar em consideração o que outra pessoa disse).

Outros sete símbolos completam o totem: Asase Ye Duru (“a Terra tem peso”/ providência e divindade da Mãe Terra/ importância da Terra para sustentar a vida), Mpatapo (“nó de pacificação/ reconciliação”, símbolo da paz), Mmere Dane (“mudanças de tempo”/dinâmica da vida/ mudança da vida), Funtinfunefu-Denkyemfunefu (crocodilos siameses simbolizando unidade, união independente das diferenças culturais e da democracia), Duafe (“pente de madeira”/ qualidades femininas/símbolo da beleza e limpeza), Osram Ne Nsoromma (“a lua e a estrela”/ amor, fidelidade, harmonia/ harmonia que existe na ligação entre um homem e uma mulher), e Bese Saka (“sacos de nozes de cola/ símbolo de riqueza, poder, abundância, muita união e unidade).

 

Serviço

Concentração para a Marcha, às 9h, no Marco da Consciência Negra (ao lado da Praça dos Estudantes), no Centro.
Apresentações no Adamastor Centro, a partir das 13h30. Avenida Monteiro Lobato, 734, Macedo.

 

Fonte: Prefeitura de Guarulhos