Mais de 50% dos casos de dengue estão no São João

1
651

 

A Secretaria de Saúde classificou como fase de emergência a região do São João devido ao avanço da dengue. De acordo com balanço apresentado ontem na Câmara, a localidade concentra 187 casos registrados da doença na cidade, que equivale 53,4% do total.

 

são-joao-dengue

A região abrange os bairros de Lavras, Haroldo Veloso e Bambi, ambas com dois casos cada; Parque Santos Dumont e Inocoop, com três casos; Vila Carmela, Portelinha e Bonsucesso, com cinco casos; Jardim Fortaleza (8); Soberana (9); Santa Paula (10); Jardim Lenize (11); Vila Nova Bonsucesso (16); Jardim Presidente Dutra (39) e Ponte Alta (67).

 

Segundo os dados provisórios divulgados, a segunda região com maior incidência é a da Cantareira (com bairros como Vila Galvão, Jardim Paraíso e Recreio São Jorge) com 153 casos, equivalente a 21,5% do total. Em seguida aparece a região do Centro, com 99 casos (18,3%) e Pimentas com 69 casos (6,63%).

O balanço apontou ainda um salto de 0,64 no coeficiente de incidência por 100 mil habitantes, em 1999 quando Guarulhos registrou o primeiro caso da doença, para 420,97 no ano passado. Até o último dia 13 o coeficiente estava em 45,24, mas segundo o secretário o índice tende a aumentar significativamente nos próximos meses já que a proliferação do mosquito aedes aegypti se multiplica em abril e maio.

“Podemos ter sim um agravamento da situação, principalmente no Ponte Alta e Presidente Dutra que muitas vezes não tem repercutido tanto, mas é onde temos o maior número de casos. Um dos motivos é que as pessoas não deixam os agentes da secretaria entrarem nas casas e encontramos muitos locais fechados que não conseguimos ter acesso”, afirmou Derman.

 

Mortes

 

O secretário explicou, ainda, que foram registradas seis mortes na cidade com suspeita de terem sido provocadas pela doença. Até o momento, duas foram descartadas e outras quatro estão sendo estudadas pela secretaria.

 

Fonte: Guarulhos Hoje