Guarulhense concorre ao Grammy Latino 2015

0
1357

 

Cantora e compositora pop, a guarulhense Laila K Lee está concorrendo ao Grammy Latino 2015 em cinco categorias: Álbum do Ano, Melhor Artista Revelação, Melhor Álbum Pop Contemporâneo Brasileiro, Melhor Projeto Gráfico de um Álbum e Melhor Álbum de Engenharia de Gravação. “Agradeço a CMA Digital Music, que me inscreveu para concorrer ao Grammy”, comenta Laila. O disco que concorre é o “Chega Mais”, que pode ser ouvido em mais de sessenta sites mundiais, entre eles iTunes, Spotify, Deezer e Vevo.

 

 

Confira abaixo o que o jornalista Elder Maldonado relata sobre a cantora:

 

“A cada ano, fica evidente que a música pop é forte e tem uma base de fãs considerável no Brasil. Basta ver o sucesso dos shows e eventos de divas do gênero que acontecem por aqui, sempre com ingressos esgotados e estádios lotados.

 

E, aos poucos, artistas brasileiros começam a apostar no gênero, sempre colocando aquele tempero que nos é peculiar. A cantora Laila K Lee é uma das mais novas representantes do pop brasileiro.

 

Ela acaba de lançar o primeiro disco, “Chega Mais”, que traz nove composições autorais e demonstra que Laila é muito mais que uma intérprete de sucessos produzidos por magos de estúdios de gravação. A cantora prova que tem personalidade. E não só isso. Também tem talento moldado para inseri-la entre as mais inovadoras cantoras do segmento no Brasil.

 

Influenciada por Beyoncé, Chris Brown, Rihanna, Christina Aguilera e Michael Jackson, Laila é uma mezzo soprano com alcance vocal surpreendente e timbre diferenciado. Violonista e sempre preocupada com a produção e arranjos das próprias músicas, ela chega ao mercado com um projeto pensado não só como um produto musical de alcance imediato, mas também como uma carreira que resultará em grandes espetáculos no palco e clipes com nível internacional, como já pode ser comprovado no vídeo de “Agora é Show”.

 

Para divulgar o primeiro disco da carreira, Laila pretende viajar pelo país com uma estrutura pensada para promover shows marcantes. Com uma banda composta por músicos renomados como Eduardo K-reca (baterista), Samuca (baixista), Ugleston Castro e Norival Junior (guitarristas) e Greco Cruz (tecladista), a cantora está pronta para apresentar um show surpreendente.

 

No caso de Laila, a música é executava ao vivo, sem truques, o que prova a excelência da artista e da equipe que a acompanha. Além disso, os shows também contarão com os dançarinos Valter Cardoso, Henrique Barsale, Nice Estrela e Stefani, o que demonstra a preocupação de Laila em oferecer um espetáculo digno de estrelas internacionais.

 

Apesar de estar lançando agora o primeiro CD, Laila não é nenhuma novata na música e até por isso tem esse cuidado especial ao formatar turnê e disco. Antes de atuar como cantora solo de dance pop, ela foi vocalista e dançarina de bandas de pop rock e bandas de baile, onde acumulou experiência, prática que ela insere em seus shows e discos até hoje. “Essa foi uma das minhas maiores vivências, pois aprendi a cantar de tudo e percebi que gostava de muitos estilos. Essa passagem também se reflete no ecletismo que tenho quando componho. Dificilmente uma música criada por mim vai soar parecida com outra, pois tenho um repertório grande de inspirações”, comenta.

 

Não à toa, o primeiro disco traz ecos de electro-pop, pop rock, hip hop, rock, pop, r & b e soul. O repertório, composto pelas faixas ‘Chega Mais’, ‘Agora é Show’, ‘Só Para Curtir’, ‘Manda Ver’, ‘Tudo Pro Ar’, ‘Com Você’, ‘Dj Aumente o Som’, ‘Amor e Ódio’ e ‘Quem Não Sou’, prova que é possível ser diversificado sem ficar preso à uma fórmula e sem perder a identidade. ‘É isso que foi pensado para o projeto desde o princípio. E na parte das letras, procurei me inspirar não em minha vida, mas sim na realidade em que a sociedade mundial vive, passando por conflitos morais, sociais, conquistas, alegria, esperança, romance, amor e ódio’, conclui.

 

Se o Brasil necessitava de uma pop star criativa e diferente, hoje tem em Laila uma das respostas para essa demanda. A cantora abre portas para um som que pode dialogar diretamente com o público, sem ser de difícil assimilação e muito menos descartável. Laila representa o equilíbrio necessário para o pop”.

 

Fonte: Revista É!