Estado garante trem sem verba federal

0
1207

 

O governo do estado vem realizando aportes para garantir a continuidade das obras da Linha 13 – Jade da CPTM, que ligará a zona leste da capital até o aeroporto de Cumbica. Isso porque até o momento o governo federal ainda não realizou o repasse de R$ 250 milhões oriundos do PAC da Mobilidade.

 

alckimin-guarulhos

“Embora não tenhamos recebido nenhum centavo do governo federal estamos suprindo os recursos com dinheiro do estado. Temos um recurso para receber do PAC, que ainda não ocorreu, mas estamos em cima do Ministério das Cidades para recebermos”, destacou o governador Geraldo Alckmin ontem durante cerimonia de início das obras da Fatec (Faculdade de Tecnologia) e da Etec (Escola Técnica Estadual).

Em maio a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) encaminhou a documentação técnica determinada pelo Ministério das Cidades para o recebimento da verba. Segundo a companhia, as especificações devem ser analisadas pela Caixa Econômica Federal que também será responsável pela aprovação do projeto para que, posteriormente, seja assinado o Termo de Compromisso com vigência e repasse dos recursos imediatos.

Compete ao governo estadual a execução das obras civis, como trilhos e estações, que devem ser concluídas no ano que vem. Já o recurso do governo federal será destinado para os sistemas de sinalização, que se refere a comunicação do operador do trem com a central de operação, e o de energia que garante a circulação dos vagões pelos trilhos.

 

Imbróglio

 

Em março, o Ministério das Cidades afirmou que o atraso no repasse era devido ao fato do governo estadual não ter apresentado solução para as pendências de titularidade (envio de documentação comprovação de titularidade impresso e atualizado), licenciamento e engenharia da referida obra.

 

Fonte: Guarulhos Hoje