Enfermaria do HMU com cara nova

0
1004

 

A enfermaria da clínica médica do Hospital Municipal de Urgências (HMU) passou por uma ampla reforma e, além de garantir mais conforto aos pacientes, as intervenções possibilitaram adequar o espaço às mais recentes normas de Vigilância Sanitária, bem como melhorar o fluxo de pessoas no setor. Nesta quarta-feira (17), o secretário de Saúde, Carlos Derman, inaugurou as novas instalações.

 

Com 15 leitos climatizados, a clínica médica teve ampliação de mais dois quartos individuais, com equipamentos para o tratamento de hemodiálise. Esses leitos especiais farão parte da UTI, mas ficarão separados dela, podendo ser utilizados como isolamento por pacientes graves que não podem ficar juntos com os demais, explicou o secretário de Saúde durante a inauguração.

 

 

“Essa ala era antiga e nunca mais tinha passado por reforma desde que foi inaugurada, em 1992, quando foi inaugurado o hospital. Foi um ato de coragem, porque já sofremos com a falta de leitos e tivemos de interditar a enfermaria para as obras. Contamos com a ajuda do Hospital Stella Maris nesse período, mas o que importa é que as intervenções foram realizadas e com isso conseguimos resolver os problemas de anos”, esclareceu Derman.

 

Além da melhoria na ala de enfermaria, com revisão da parte elétrica e da rede de gases, bem como a instalação de chamadas de emergência em todos os leitos para o posto de enfermagem, a clínica médica também ganhou sanitários com acessibilidade universal, posto de enfermagem, sala de diagnóstico médico, sala de equipamentos, expurgo e depósito de material de limpeza. “Fico muito contente de ver isso, porque foi um pedido nosso”, destacou o usuário e membro do conselho gestor do HMU, Pedro Brito Reis.

 

Organização do fluxo

 

Outro ganho para o hospital foi a construção de um novo Centro de Materiais Esterilizados. A circulação de acesso aos leitos da enfermaria também foi totalmente reformada e adequada às exigências da Vigilância Sanitária, com troca de piso e de todas as portas dos quartos, que ganharam 50 centímetros a mais na largura, para facilitar a entrada das macas.

 

“Toda a equipe do HMU está de parabéns, porque, ao mesmo tempo em que se quebravam paredes, os funcionários estavam empenhados em dar a melhor atenção aos usuários”, elogiou a secretária-adjunta de Saúde, Teresa Pinho. O projeto de readequação da enfermaria ainda criou novas salas de apoio aos profissionais, como a de diagnóstico médico e a de equipamentos, além de melhorar o acesso do pronto-socorro à enfermaria, reduzindo a distância e organizando o fluxo de pessoas no hospital.

 

Fonte: Prefeitura de Guarulhos