Em menos de 12 horas, cinco pessoas são assassinadas

0
1783

 

O período de 12 horas que compreendeu a noite da última terça-feira e a manhã de ontem foi muito violento em Guarulhos. Cinco pessoas foram assassinadas, todas elas a tiros e na região entre os bairros do Bonsucesso e dos Pimentas. Um dos casos foi uma chacina, já que três jovens, dois menores de idade e um homem desconhecido, foram mortos juntos.

O triplo assassinato aconteceu por volta de 1h30 de ontem, na rua Dona Catarina Maria de Jesus, em frente ao cemitério Nossa Senhora de Bonsucesso. Uma viatura da Guarda Civil Municipal (GCM) que passava próximo ao local foi avisada por um motorista de ônibus sobre três corpos, e constatou a chacina no local indicado.

 

crimes-guarulhos

Herick Clebton da Conceição Cunha, de 16 anos, apresentava uma perfuração na cabeça e outra no abdômen. Samuel de Jesus Silva, de 17 anos, tinha um ferimento de arma de fogo na cabeça, enquanto o jovem ainda desconhecido, que aparentava ter aproximadamente 16 anos, foi atingido por dois tiros, um na cabeça e outro no queixo. A cena encontrada pelo Setor de Homicídios (SH) da Polícia Civil de Guarulhos mostrava características de execução, já que eles estavam lado a lado e todos virado de frente para o muro do cemitério. Com as vítimas, foram encontrados celulares, que ajudarão na investigação.

Algumas horas antes, por volta das 19h de terça-feira, um jovem foi assassinado na rua Piau, altura do número 618, menos de um quilômetro de onde ocorreu a chacina. Endrio Pereira de Oliveira, de 25 anos, foi atingido por cinco tiros quando caminhava pela rua.

Segundo testemunhas, dois homens em uma moto se aproximaram da vítima e passaram atirando contra ele, que tentou correr. Ao todo, foram ouvidos oito disparos, que atingiram Endrio principalmente na cabeça e abdômen.
O SH não possui informações dos assassinos, nem pistas que liguem um caso ao outro, mas não descarta a possibilidade de estarem associados.

Pimentas

 

Na manhã de ontem, um caso de latrocínio (roubo seguido de morte) fechou o período de extrema violência em Guarulhos.

Isac Severino da Cunha, de 53 anos, teve sua moto roubada e foi assassinado quando estava a caminho do trabalho.
Ele trafegava pela avenida Presidente Juscelino Kubitscheck quando outra moto, com dois indivíduos, o abordou, na esquina com a rua Antonio Bitencourt, nos Pimentas. Eles anunciaram o assalto e dispararam um tiro, que acertou a vítima no queixo e o matou na hora. Isac, por medo de roubo, andava com um colete a prova de balas, legalmente documentado, que não evitou o assassinato.

Um dos homens, que confessou o crime, foi preso na tarde de ontem, enquanto o outro suspeito continua foragido. A polícia não tem pistas dos matadores.

 

Fonte: Guarulhos Hoje