Derman diz que motorista de ambulância foi ingênuo

0
559

 

O secretário de Saúde, Carlos Derman, afirmou ontem, durante reunião da comissão de Higiene e Saúde Pública da Câmara Municipal, que o motorista que aparece num vídeo divulgado nas redes sociais, onde um veículo do Serviço Ambulatorial da secretaria foi utilizado para transportar militantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), foi ingênuo. O ocorrido foi registrado na última sexta-feira durante uma manifestação de apoio ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

De acordo com o secretário, o profissional estava retornando do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) com quatro pessoas dentro do veículo – sendo dois pacientes que foram fazer tratamento de quimioterapia e dois acompanhantes – quando foi parado por um grupo de pessoas que pediram uma carona para retornar à Guarulhos.

 

derman

 

“Ninguém foi levado à manifestação no transporte da prefeitura. Pediram uma carona e ele deu. Ele errou porque recebe uma orientação de que não pode dar caronas e deve reconhecer o seu erro, mas também nós sabemos que é um excelente funcionário que tem 15 anos de serviços prestados na cidade”, afirmou.

Derman ressaltou que é um equívoco a acusação de que o ato teria sido autorizado pela secretaria. “Realmente a gente vive numa situação que existem pessoas que adquiriram verdadeiro ódio político e que usam de qualquer instrumento para jogar o nome das pessoas na lama. Se eu fosse corrupto, e não o sou porque sempre cuidei bem do dinheiro público, vocês acham que eu colocaria os veículos da prefeitura abertamente para uma manifestação? É óbvio que não, mas tudo é válido para jogar o nome na lama e fazer a luta política”, destacou.

Além disso, Derman explicou que todos os veículos da secretaria possuem um percurso pré-definido com controle de horário de saída e entrada. A atitude do motorista vem sendo investigada por uma comissão de sindicância instaurada.

 

Fonte: Guarulhos Hoje