Comerciantes reclamam de invasões e furtos

0
526

 

Os comerciantes da avenida Paulo Faccini e redondeza estão incomodados com as constantes invasões e furtos que acontecem durante a madrugada. Estabelecimentos e residências são alvos de várias ações criminosas que geram prejuízos e trazem insegurança à população local.

Portas arrobadas, buracos no teto, dinheiro retirado do caixa são apenas alguns dos prejuízos sofridos por empresários e comerciantes que atuam em uma das principais vias da cidade. De acordo com as vítimas, os bandidos agem após o fim do expediente comercial.

comercio-guarulhos

A loja de roupas e acessórios em que Murilo Julião trabalha foi alvo dos criminosos na madrugada desta quarta-feira (3), pela terceira vez no ano. “Eles sobem pelos telhados dos imóveis da rua São Domingos até chegarem ao estabelecimento que desejam furtar. Fazem um buraco no teto e invadem as lojas. O prejuízo já ultrapassou R$ 20 mil em roupas e acessórios. Por sorte, conseguimos recuperar parte do material roubado desta vez, pois um suspeito foi preso”, comenta o vendedor.

A empresária Maria Celeste Azevedo Souza também já teve seu empreendimento invadido por duas vezes. “Não adianta colocar alarme, pois eles são audaciosos. Escalam o teto e desligam o alarme sem ninguém ver ou ouvir nada. O problema vai muito além dos prejuízos financeiros. O medo é bem maior”, ressalta.

“Nossa segurança está à mercê. A Paulo Faccini está cheia de usuários de drogas e criminosos. Nos que pagamos impostos e aluguel corretamente merecemos um pouco mais de tranquilidade para trabalhar”, destaca Edmilson Garcia.

Até o fechamento desta edição, a Secretaria de Segurança Pública não se manifestou sobre os furtos e a segurança na avenida.

 

Fonte: Guarulhos Hoje