Cia. do Caminho Velho estreia vídeo-encenações e lança livro com contos dramatúrgicos

0
102

 

Entre os dias 26 e 30 de maio, às 20h, a Cia. do Caminho Velho faz nova incursão no universo online com a estreia das vídeo-encenações Ela na CasaEla na CalçadaEla Cozinhando na Cabeça e Ela Escondida em seu Próprio Quarto, trabalhos dirigidos pela atriz e diretora Carolina Erschfeld. As apresentações são exibidas pelo canal do coletivo no YouTube, no endereço bityli.com/MYsk5.

 

Carolina conta com a parceria dos diretores de vídeo André Okuma e Reiko Otake para dar materialidade aos quatro contos, que contam ainda com a atuação das atrizes Daiane Sousa, Fabiana Barbosa e Leticia Sampaio.

Além das vídeo-encenações, o projeto também apresenta o lançamento do livro Sou Fogo, do diretor Alex Araújo. A obra é composta por seis contos, todos inéditos. Neles, o autor experimenta o que vem chamando de “contos para serem lidos em voz alta”. No caso desse livro, todos possuem em comum como tema aquilo que Alex Araújo chama de “resiliência descomunal como arma do indivíduo simbólico”.

O livro fala sobre a capacidade que as mulheres têm de permanecer vivas e possui como figuras centrais personagens que são chamadas por “ela”. Cada conto traz uma personagem completamente diferente em suas experiências vividas. Para o autor, o indivíduo em questão, ela, é simbólico porque representa a luta de todas as mulheres.

De acordo com Carolina Erschfeld, as vídeo-encenações não são filmes e nem uma peça de teatro. “Ainda temos muito a descobrir nesse processo, com a possibilidade de criação de um teatro online, aqui chamado de vídeo-encenações, um cinema que quer ser teatro ou um teatro que quer ser cinema”, explica a diretora, enfatizando que o peso da atmosfera vivida está nos textos que compõem o livro e as vídeo-encenações.

O livro Sou Fogo será distribuído de maneira impressa em instituições educacionais e culturais da cidade. A Cia. do Caminho Velho também o disponibilizará, em formato de e-book, nas transmissões das vídeo-encenações.

O projeto é realizado por meio do Fundo Municipal de Cultura de Guarulhos (FunCultura), com recursos da Lei Aldir Blanc.

 

 

Cia. do Caminho Velho

A Cia. do Caminho Velho nasceu em 2007 a partir de um movimento de alunos do campus de humanas da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), localizada no Pimentas. O coletivo de teatro realiza um trabalho contínuo de apresentações de peças, mostras e oferecimento de cursos. Seus integrantes trabalharam e se formaram em grupos e instituições como SP Escola de Teatro, CPT do Sesc, Núcleo de Artes Cênicas, Cia. Club Noir e Escola Livre de Teatro de Santo André. O coletivo já produziu as peças Sereias e Bonita (ambas escritas por Dione Carlos), Piche (com dramaturgia de Alex Araújo) e Nomen (escrita por Bruno Feldman e criada em parceria com a Cia. do Pássaro – Voo e Teatro).

O coletivo acredita na potência da região como um espaço propício para a criação e na importância de ter nele um teatro vivo e ativo, que possa ser construído em conjunto com a população local. Para tanto, oferece periodicamente cursos e oficinas gratuitas de teatro, colaborando com a formação de atores e de público.

Para ficar por dentro dos espetáculos inscreva-se canal do YouTube do coletivo e ative as notificações. Para conhecer mais sobre a Cia. do Caminho Velho acesse https://www.facebook.com/ciadocaminhovelho.

Sinopses

 

 

Ela na Casa. Completamente só, trancada dentro de uma casa minúscula, ela se sente presa dentro de seu próprio corpo. Seu filho foi assassinado e os assassinos estão entocados prontos para atear fogo em sua casa e em seu corpo.

 

 

Ela na Calçada. Uma moradora de rua está sentada no meio-fio em frente a uma loja. A proprietária do estabelecimento quer enxotá-la. Enquanto isso, ela só consegue pensar no amontoado de britas que juntou na calçada.

 

 

Ela Cozinhando na Cabeça. Ela cozinha a si própria em sua cabeça. Ela sente o calor aumentando dentro de seu corpo e se fortalece ao sentir prazer completamente sozinha.

Ela Escondida em seu próprio Quarto. Uma mulher vive uma angústia enorme em presenciar o assassinato de milhares de pessoas pela ação ou falta de ação de um líder.

Ficha técnica

Direção-geral: Carolina Erschfeld

Atrizes: Daiane Sousa, Fabiana Barbosa e Letícia Sampaio

Dramaturgia: Alex Araújo

Direção de vídeo: André Okuma e Reiko Otake

Produção: Edilson Walney

 

 

Serviço

Ela na Casa

Data: quarta-feira, dia 26 de maio

Horário: 20hs

Ela na Calçada

Data: quinta-feira, dia 27 de maio

Horário: 20hs

Ela Cozinhando na Cabeça

Data: sexta-feira, 28 de maio

Horário: 20hs

 

 

Ela Escondida em seu Próprio Quarto

Data: sábado, 29 de maio

Horário: 20hs (Após a apresentação haverá bate-papo no Zoom com a equipe)

Maratona com todas as vídeo-encenações

Data: domingo, 30 de maio

Horário: às 14hs e às 18hs

 

Transmissão pelo YouTube: bityli.com/MYsk5