Casamento Comunitário LGBTI oficializa união de nove casais

0
230

 

O Casamento Comunitário LGBTI 2018, realizado neste domingo (9), no salão de artes do Adamastor Centro, oficializou a união de nove casais, com direito a certidão de união estável. Organizado pela Subsecretaria de Políticas da Diversidade, vinculada à Secretaria de Direitos Humanos, a cerimônia reuniu cerca de 200 convidados e contou com apoio de voluntários e de patrocinadores, que presentearam os casais com viagens, day use em hotel e cursos profissionalizantes.

 

Foto: Sidnei Barros/ PMG

 

A subsecretária de Políticas da Diversidade, Ana Marques, abriu a cerimônia lembrando dos 70 anos da Declaração dos Direitos Humanos, comemorado nesta segunda-feira (10), e enfatizando que o reconhecimento da união por meio do Casamento LGBTI, garantido em lei, faz com que a esperança aumente para que qualquer tipo de preconceito, homofobia e transfobia sejam realmente crimes e práticas do passado. “Para muitas religiões o casamento LGBTI ainda é pecado, porém para o Estado laico é o exercício do direito à livre orientação sexual, e não pode ser pretexto para qualquer tipo de discriminação”, ressaltou Ana Marques.

 

Para Thâmara e Denise, juntas há 13 anos, a oficialização do casamento foi a realização de um sonho. “Nosso dia está maravilhoso e estamos muito felizes. Nossa união está sendo celebrada com muito amor e carinho”, disseram.

 

O secretário de Direitos Humanos, Lameh Smeili; o secretário adjunto, Daniel Mourad; a representante da OAB – Guarulhos, Cintia G. da Santi Perazollo; e o pastor Levi Rocha prestigiaram a cerimônia. “Trabalhamos para garantir que as políticas públicas sejam para todas as pessoas. Essa celebração é uma conquista da Subsecretaria de Políticas da Diversidade na luta incansável pelos direitos adquiridos na forma da lei para o segmento LGBTI”, afirmou Lameh.