Bibliotecas da cidade distribuirão obra inspirada na difícil vida de uma mãe octogenária

0
152

 

As memórias sobre lugares, histórias, lutas, idas e vindas de uma mulher dedicada a leituras estimulantes como Angela Davis, Conceição Evaristo, Carolina Maria de Jesus, Pagu, entre tantas outras. A Dor de Ser Ana, minilivro da historiadora e pesquisadora Luzimar Soares Bernardo, é uma obra baseada na vida da mãe da escritora, personagem que pode ser considerada um retrato da vida de muitas mulheres no Brasil e no mundo. Ela será distribuída gratuitamente nas bibliotecas públicas de Guarulhos tão logo os espaços sejam reabertos.

 

A Dor de Ser Ana conta a história de uma mulher octogenária, nordestina, corajosa e forte que não teve muitas opções na vida, limitada ao lar e à família, submersa e submetida a regras de cuja elaboração não participou e que já existiam muito antes dela.

“A construção desse trabalho se deu em um momento de retorno à casa dos meus pais. Conviver novamente com minha mãe depois de quase quarenta anos longe fez reviver memórias apagadas possivelmente de propósito. Foi nesse momento que deparei com algumas situações inusitadas que me causaram incômodo e estranhamento”, explica a escritora.

A realização do livro foi possível por meio do Fundo Municipal de Cultura, o FunCultura, com recursos federais da Lei Aldir Blanc. A Dor de Ser Ana contou ainda com a colaboração de Vilma Aguiar, na elaboração do prefácio, e Luciene Carris no posfácio, além de ilustrações de Alcides Gomes de Oliveira.