21 profissionais cubanos do programa Mais Médicos saem de Guarulhos

0
520

Guarulhos perderá até o final do ano 21 profissionais cubanos do programa Mais Médicos. Neste mês, 10 deles devem retornar a Cuba por conta do término das atividades e, os outros 11, no próximo mês. A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde.

medicos-em-guarulhos Foto: Ivanildo Porto

Atualmente a cidade conta com 59 profissionais do Mais Médicos e do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), sendo 10 brasileiros e os demais estrangeiros. Desde a chegada dos primeiros profissionais do Mais Médicos à cidade, em setembro de 2013, foram registradas 17 baixas até o momento, entre desligamentos e abandono.

A expectativa é que alguns desses profissionais que deixarão a cidade sejam substituídos através do edital que o Ministério da Saúde lançará amanhã. A medida faz parte das ações da pasta de ampliar a participação de médicos brasileiros no programa federal, em substituição dos profissionais da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

Ao todo, são 1.004 novas vagas em 462 municípios, sendo 838 ocupadas atualmente por profissionais cubanos e outras 166 relativas às reposições de desistentes. No estado de São Paulo, os brasileiros terão à disposição 121 vagas, distribuídas em 33 municípios – incluindo Guarulhos. Além disso, do total de vagas, cerca de 40% estão localizadas no Nordeste (404). O Sudeste é segunda região com maior oferta – 331 vagas, 33% do total. Já as regiões Centro-Oeste, Norte e Sul, ofertam respectivamente, 75, 79 e 115 oportunidades.

“São postos mais atraentes e ainda há a possibilidade de permuta dos selecionados, que é a novidade do edital. Nosso esforço é no sentido de que os médicos que entrem no Programa permaneçam o máximo de tempo possível, para se integrar à comunidade, conhecer as famílias. É esse o espírito, na verdade, da possibilidade de permuta”, ressaltou o Ministro da Saúde, Ricardo Barros.

A meta do Governo Federal é chegar a quatro mil substituições de médicos cooperados por brasileiros em três anos, reduzindo de 11,4 mil para 7,4 mil participantes cubanos. As inscrições serão realizadas entre 20 de novembro e 23 de dezembro, e as vagas que não forem preenchidas por médicos brasileiros com atuação no país serão ofertadas aos brasileiros formados em qualquer país.

Médicos – A expectativa é chegar a 7.800 brasileiros no Mais Médicos, representando mais de 40% do total de profissionais. Atualmente dos 18.240 médicos participantes, 5.274 são formados no Brasil (29%), 1.537 tem diplomas do exterior (8,4%) e 11.429 são da cooperação com OPAS (62,6%). Mais de 63 milhões de pessoas são assistidas por esses profissionais.

Reportagem: Rosana Ibanez

Fonte: Guarulhos Hoje