Vedacit Vôlei Guarulhos perde a primeira no Campeonato Paulista, mas continua na liderança

0
291

 

A torcida flecha lotou o Ginásio da Ponte Grande para assistir o confronto entre Vedacit Vôlei Guarulhos e Farma Conde São José, na noite sábado, 03. Apesar da animação quem levou a melhor foi o time visitante que venceu por 3 sets a 2. As parciais ficaram em 26/24, 27/25, 24/26, 19/25, fechando o tie-break em 12/15.

 

Foto: Mauro Horita

 

A partida foi bem equilibrada e os sets foram decididos nos detalhes. O time guarulhense apresentou jogadas mais agressivas, mostrando superioridade nas etapas iniciais.

 

A equipe do São José reagiu nos sets finais com menos erros, acabou levando a melhor e conseguiu fechar o tie-break, quebrando a invencibilidade do Vedacit Vôlei Guarulhos, que sofreu a primeira derrota no campeonato.

 

Para o capitão Sandro Carvalho foi uma grande partida “Quem acompanhou conseguiu ver duas equipes que são candidatas ao título. Infelizmente a vitória não veio, mas a equipe se comportou muito bem, principalmente nos dois primeiros sets”, disse o Capitão.

 

Agora o próximo confronto do Vedacit Vôlei Guarulhos será na sexta-feira dia 09, às 19h00, contra o Santo André no Ginásio da Ponte Grande.

 

Setembro Amarelo

 

O Vedacit Vôlei Guarulhos vai aproveitou a cor oficial do time, reforçando que neste mês dará apoio à campanha nacional do Setembro Amarelo de conscientização e prevenção ao suicídio nas redes sociais e nas quadras. O líbero Filipinho entrou em quadra vestindo a camisa em alusão à campanha.

 

Dados da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e do Conselho Federal de Medicina (CFM) mostram que no Brasil são registrados mais de 14 mil casos por ano, ou seja, uma média de 38 por dia.

 

Este problema é a quarta principal causa de mortes de jovens com idade de 15 a 29 anos, atrás apenas de acidentes no trânsito, tuberculose e violência interpessoal.

 

As campanhas de diversas organizações sociais, públicas e privadas são importantes para alertar sobre o problema e orientar a importância das famílias prestarem atenção aos sinais comportamentais, principalmente em crianças e jovens, que podem levar ao suicídio.

 

De acordo com dados do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, a pandemia trouxe o agravamento da saúde mental de crianças a partir dos seis anos de idade, sendo que a faixa etária dos brasileiros que mais são afetados por automutilação, tentativa de suicídio ou suicídio é de 11 a 19 anos. O perfil masculino ainda prevalece. O diálogo, o acolhimento e a atenção são fundamentais.

 

Entre os sinais que devem chamar a atenção das pessoas estão:  isolamento, mudanças na alimentação e no sono, automutilação, autodepreciação, interrupção de planos, abandono de estudo e do emprego, sem causa aparente.

 

Confira os próximos jogos do VVG – Campeonato Paulista 2022

 

09/09 – 19h – VVG x Santo André (Ginásio da Ponte Grande)

16/09 – 19h – Vôlei Renata x VVG (Ginásio Taquaral – Campinas)