Vacinação contra a gripe para idosos acima de 60 anos começa nesta segunda-feira

0
112

 

A partir de segunda-feira (4) idosos com 60 anos ou mais poderão se dirigir a uma das Unidades Básicas de Saúde de Guarulhos, exceto a UBS Alvorada, para receber a vacina contra a influenza, que protege contra os vírus H1N1, a cepa B e o H3N2, do subtipo Darwin, que causou os surtos do final do ano passado.

 

Foto: Fábio Nunes Teixeira/PMG

 

Para se vacinar basta apresentar documento com foto, carteira de vacinação e cartão SUS (se houver). Os idosos acima de 80 anos, que já devem receber a quarta dose contra a covid-19, podem receber a vacina contra a gripe simultaneamente, de forma segura, de acordo com o documento instrutivo para a vacinação da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo. No mesmo documento também consta que a vacina pode ser administrada concomitante a outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação e também a outros medicamentos.

 

Guarulhos segue o mesmo calendário de vacinação do Governo do Estado, no entanto, nesta semana antecipou a vacinação dos trabalhadores da saúde das UBS, programada para ocorrer a partir de segunda-feira (4), e encaminhou as doses para os hospitais públicos e privados, além de UPAs e PAs, imunizarem seus trabalhadores. Os demais trabalhadores da saúde, autônomos com devida comprovação, serão vacinados nas UBS a partir de segunda-feira.

 

Já a próxima data do calendário contempla a vacinação de crianças acima de 6 meses a menores de 5 anos de idade, bem como de gestantes e puérperas, a partir do dia 2 de maio. A partir de 9 de maio serão vacinados povos indígenas, profissionais da educação das escolas públicas e privadas, pessoas portadoras de deficiência e pessoas com comorbidades.

 

A partir do dia 16 será a vez dos trabalhadores das forças de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos e de longo curso, além dos trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, a população privada de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

 

Vale ressaltar que às pessoas com quadro sugestivo de covid-19 é recomendado o adiamento da vacinação contra a gripe até a recuperação total do quadro respiratório e pelo menos quatro semanas após o início dos sintomas ou quatro semanas a partir da primeira amostra de PCR positiva às pessoas assintomáticas.

 

Ao longo de 2022 a vacinação contra a influenza permitirá prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença e óbitos, bem como minimizar a carga da doença, reduzindo os sintomas nos grupos prioritários, que podem ser confundidos com os da covid-19, além de reduzir a sobrecarga nos serviços de saúde.