UBSs abrem sábado para vacinar crianças

0
437

 

Neste sábado (22), Dia de Mobilização Nacional, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade irão abrir das 8 às 17 horas, para vacinar indiscriminadamente contra a poliomielite as crianças de seis meses até quatro anos, 11 meses e 29 dias (menores de cinco anos), bem como as de faixa etária entre um ano e menores de cinco, contra o sarampo. A Campanha se estende até o próximo dia 28, com a disponibilização das doses em todas as UBSs, de segunda a sexta-feira.

vacinas-guarulhos

 

A relação completa dos postos que irão funcionar neste sábado pode ser obtida no site da Prefeitura: www.guarulhos.sp.gov.br. A meta da Secretaria de Saúde é imunizar 95% da população-alvo, ou seja, 82.541crianças contra a poliomielite e 72.626 contra o sarampo.

 

Propagação do vírus

 

Esta é a 35ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite realizada no Brasil e o 25º ano sem a doença no País, que está livre do poliovírus desde 1990. Em São Paulo, o último caso ocorreu em 1989, no município de Teodoro Sampaio. Como entre 2013 e 2014, 10 países registraram casos da doença, todos os esforços para a imunização devem ser mantidos até que aconteça a erradicação mundial.

 

Com relação à Campanha de Seguimento contra o Sarampo, esta estratégia tem por objetivo manter elevadas e homogêneas as coberturas vacinais entre as crianças de um a quatro anos de idade, visando a garantir a manutenção do estado de eliminação do sarampo e rubéola no Brasil. Depois de mais de uma década sem nenhuma ocorrência de sarampo contraído no País, em 2013 foram confirmados 220 casos da doença no território nacional, com maior concentração no estado de Pernambuco (200 casos).

 

Neste ano, até o dia 4 de outubro passado, o Brasil apresentou 514 ocorrências confirmadas de sarampo, sendo 486 no Ceará, surto que teve início em dezembro de 2013.Pernambuco registrou 24 casos neste ano, sendo o último confirmado em março passado. “Por isso, é muito importante manter elevadas as coberturas vacinais”, explicou a responsável pela Vigilância Epidemiológica Municipal, Ermelinda Tomé.

 

Fonte: Prefeitura de Guarulhos