Supostos entorpecentes são apreendidos em correspondências em unidades prisionais da Capital e Grande SP

0
88

 

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa sobre as apreensões de objetos ilícitos ocorridos nas unidades prisionais da Grande São Paulo.

 

Capital

 

Nas últimas quinta e sexta-feira (27 e 28), os agentes de segurança do Centro de Detenção Provisória de Vila Independência encontraram entorpecentes escondidas em correspondências. Em um caso foram dois invólucros cheios de substância de coloração branca, similar à cocaína, estavam camuflados no cós de uma cueca. A peça de roupa contendo o ilícito foi enviada a um custodiado via correspondência, por sua mãe.

 

 

A segunda apreensão registrada recolheu 14 tiras de papel análogas ao entorpecente K4 escondidas dentro do cós de uma blusa de moletom. Os ilícitos foram encaminhados tbm via correio.

 

As apreensões foram recolhidas e encaminhadas ao 56° Distrito Policial da Capital para registro.

 

Já no CDP Belém I, na zona leste de São Paulo, os agentes de segurança apreenderam 29 pedaços de pequenos de papel, semelhantes à droga sintética K4, escondidos no cós de uma calça enviada via sedex ao recluso. O material também foi recolhido e encaminhado ao Distrito Policial local.

 

Guarulhos

 

No Centro de Detenção Provisória Guarulhos II, material análogo à cocaína foi encontrado em cabos de aparelhos de barbear. Os objetos teriam sido enviados a um custodiado via correspondência por sua mãe, e foram flagrados pelos servidores de plantão durante procedimento de revista nas caixas de sedex encaminhadas à unidade prisional.

 

A apreensão foi registrada no Distrito Policial da região.

 

São Bernardo do Campo

 

Na manhã desta sexta-feira (28), os agentes de segurança do Centro de Detenção Provisória de São Bernardo do Campo impediram a entrada de entorpecentes da unidade prisional via correspondência. A apreensão aconteceu durante procedimento de revista manual de itens enviados a um custodiado e encontrou 77 pedaços de papel na cor amarela, supostamente K4, costurados no cós de uma calça.

 

A apreensão foi encaminhada ao 8° Distrito Policial para registro e averiguação.