Serviço de acolhimento de crianças e adolescentes recebe inscrições em Guarulhos

0
41

 

O serviço Família Acolhedora busca pessoas interessadas em receber crianças e adolescentes de até 17 anos que estão afastadas da família por medida judicial protetiva. A intenção é ofertar a elas convivência familiar em um ambiente sadio como alternativa ao acolhimento institucional ao fornecer amparo, aceitação, amor e a possibilidade de convivência comunitária a fim de estimular o seu desenvolvimento.

 

Aqueles que quiserem conhecer e participar do Família Acolhedora devem preencher o formulário disponível no link bit.ly/FamiliaAcolhedoraGRU2024. Após a manifestação de interesse será agendada uma reunião na qual serão explicados todos os aspectos do serviço.

 

O acolhimento acontece em caráter provisório e, sendo assim, as crianças e os adolescentes retornarão à família de origem ou serão encaminhadas para adoção quando for possível.

 

Em Guarulhos a ação acontece graças a uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social e o Instituto Forte.

 

Requisitos para participar

 

Os interessados não podem estar inscritos no Cadastro Nacional de Adoção, nem ter interesse em adoção, pois a proposta é reintegrar a criança à sua família de origem ao término do acolhimento. Cada família pode acolher apenas uma criança, a não ser quando se trata de grupo de irmãos. Há um termo de adesão das famílias ao serviço, bem como guarda provisória expedida pela Vara da Infância e da Juventude.

 

Entre os requisitos necessários estão ser maior de 21 anos, morar no município e ter disponibilidade para acolher. O interessado será avaliado e receberá capacitação sobre o serviço e, caso seja selecionado, receberá acompanhamento da equipe técnica do Serviço de Acolhimento da Prefeitura de Guarulhos.

 

O processo de triagem, avaliação e capacitação das famílias é realizado pela equipe do Instituto Forte em articulação com a Proteção Social Especial de Alta Complexidade da Assistência Social, conforme estabelecido pela legislação.