Segundo pesquisa, PT não iria para segundo turno em Guarulhos

0
682

 

Pesquisa encomendada pela Folha Metropolitana, sobre a tendência eleitoral deste ano em Guarulhos, mostra perspectivas negativas para a pretensão do PT de permanecer à frente da Prefeitura por mais 4 anos.

 

segundo-turno-guarulhos

 

O pré-candidato do PSB, vereador Guti aparece em primeiro lugar, com 14%, tendo Carlos Roberto (PSDB) com 11% e Eli Corrêa Filho (DEM) com 10%. Nesse cenário, o deputado estadual Alencar (PT) está com 9%; Jorge Wilson (PRB) com 6%, Wagner Freitas (PTB) com 3%, Jovino Cândido (PV), 2%; Gileno (PSL), 2% e Fausto Miguel Martello (PSD), 1%. O pré-candidato da Rede Sustentabilidade, Alexandre Zeitune, não pontuou.

 

Considerando que a margem de erro é de 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, dá para concluir que os quatro primeiros estão tecnicamente empatados, mas é evidente a vantagem da oposição na cidade.

 

Brancos e nulos somam 23% e 18% declararam-se indecisos. Esse elevado percentual de eleitores que não pretendem votar em ninguém ou não definiram preferência indica o descontentamento com a classe política em geral e desconhecimento dos nomes colocados na disputa.

 

Quando a pesquisa coloca Elói Pietá no lugar de Alencar, o ex-prefeito atinge apenas 6%, o que causa estranheza, diante do conhecimento do nome perante o eleitorado. Há de considerar, entretanto, que o deputado vem trabalhando as bases continuamente e Pietá há 12 anos não disputa uma eleição. Contra Elói, Guti sobre para 16%, Carlos Roberto para 15% e Eli Corrêa para 12%. Os brancos e nulos sobem para 30% e os indecisos chegam a 21%. Somados, portanto, passam da metade dos 803 guarulhenses ouvidos pela pesquisa.

 

Em todos os cenários de segundo turno, os candidatos de oposição derrotariam Alencar caso ele consiga passar da primeira fase: Guti teria 23% e Alencar, 14%; CR, 23% e Alencar, 15%; Eli, 22% e Alencar, 15%. Quando dois da oposição são confrontados no segundo turno, Guti levaria a melhor contra Eli (23 a 18) e contra Carlos Roberto (21 a 20). Entre CR e Eli, o tucano ganharia do democrata por 20 a 19. Nos cenários entre os oposicionistas, os resultados ficam dentro da margem de erro, no extremo se for Guti contra Eli Corrêa Filho.

 

Uma das razões para a desvantagem petista na pesquisa, além do desgaste do partido em nível federal, é a avaliação ruim que o povo guarulhense faz da gestão de Sebastião Almeida: 44% dos pesquisados a consideram péssima; 23%, ruim e 21%, regular. Apenas 7% julgam-na boa e 1%, ótima; 4% não souberam ou quiseram opinar.

 

Um aspecto estranho nessa pesquisa é que não foi cogitado cenário com o secretário de Educação e vereador licenciado Moacir de Souza, que também disputa a indicação do PT para ser candidato a prefeito.

 

Elaborada pela Cruz Consulting/Ibrap, a pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número SP-04289/2016, com um nível de confiança de 95%. Foi publicada na edição desta terça-feira e está disponível no link http://folhametro.com.br/wp-content/uploads/2016/03/folhametro-22-03-16.pdf

 

Fonte: Click Guarulhos