Saúde intensifica a busca ativa para encontrar quase 40 mil faltosos da segunda dose

0
72

 

Subiu para 39.084 o número de pessoas que ainda não retornaram aos postos de saúde de Guarulhos para tomar a segunda dose contra a covid-19 dentro do prazo estabelecido, montante que até o final de julho era de 15.335. Os dados foram extraídos do Sistema Vacivida no final da tarde desta quarta-feira (25). Desse total, 18.016 deveriam ter completado seu esquema vacinal com o imunizante Coronavac, 21.059 com AstraZeneca e nove com a Pfizer.

 

Foto: Sidnei Barros/PMG

Sob esse cenário, a Secretaria da Saúde vai intensificar a busca ativa desses faltosos, que já é feita por meio de contato telefônico ou pela visita domiciliar dos agentes comunitários de saúde. Além disso, o município retomou a abertura de Unidades Básicas de Saúde (UBS) aos sábados pelo Programa Saúde Agora, oferecendo também essa oportunidade para as pessoas tomarem a segunda dose contra a covid-19.

Desse total de faltosos, a grande maioria tem aprazamento da segunda dose para este mês de agosto, sendo 15.708 para receber o imunizante Coronavac, 18.380 para tomar o reforço da AstraZeneca e quatro da Pfizer. Mas existem pessoas que deveriam ter recebido o reforço contra a covid-19 há muito mais tempo.

No caso da vacina Coronavac, são 31 pessoas que tinham aprazamento em fevereiro passado e ainda não retornaram, 305 em março, 532 em abril, 628 em maio, 91 em junho e 721 em julho. Da AstraZeneca, 196 tinham de ter tomado a segunda dose em abril e não voltaram, 243 em maio, 126 em junho e 2.114 em julho. Já com relação ao imunizante da Pfizer, além dos quatro que já ultrapassaram o prazo neste mês de agosto, outros três de julho também ainda não completaram seu esquema vacinal.

As equipes de saúde vão concentrar esforços para contatar todas esses faltosos, especialmente os que estão com atraso maior. No entanto, muitas vezes, os profissionais têm dificuldade para efetuar contato com essas pessoas, e quando conseguem também encontram resistência de alguns por medo de uma eventual reação da vacina ou pela alegação de que já se consideram imunizados com a primeira dose. Também existem casos de óbitos entre os faltosos e até mesmo esquecimento da data.

Ao anunciar a antecipação da vacinação dos adolescentes de 15 a 17 anos sem comorbidades para esta sexta-feira (27), o prefeito Guti reforçou a importância de todo mundo tomar a segunda dose. “Se você tomou a primeira, fique de olho para tomar a segunda. Não adianta uma dose só, exceto para quem recebeu o imunizante da Janssen. Por isso, não troque o desconforto decorrente de uma eventual reação da vacina pelo risco de ser entubado na UTI ou coisa pior”, ressaltou Guti.