São João/Bonsucesso vive epidemia de dengue

0
555

 

Os casos de dengue aumentaram assustadoramente na cidade e a região São João/Bonsucesso já vive uma epidemia. O jornal Guarulhos Hoje teve acesso a documentos que apontam que a localidade registra 517,96 casos por 100 mil habitantes, quando para a saúde uma doença é considerada epidemia ao apresentar uma incidência superior a 300 episódios por 100 mil habitantes.

Em apenas uma semana, os casos confirmados de dengue em Guarulhos tiveram uma alta de 28%. De acordo com o relatório semanal da Vigilância Epidemiológica divulgado ontem, a cidade já registrou 2.936 ocorrências contra 2.297 anotados no estudo anterior publicado no dia 2 de abril, um aumento de 639 casos neste período.

 

dengue-bonsucesso

A região São João/Bonsucesso apresentou 1.498 registros da dengue, ou seja, 51% do total de casos desde o início do ano. De acordo com a Secretaria de Saúde, os bairros com maior número de ocorrências são o Jardim Santa Paula, Marinópolis, Ponte Alta e Vila Nova Bonsucesso.

Devido ao índice alarmante, o prefeito Sebastião Almeida decretou situação de emergência na cidade para execução de ações necessárias ao combate da proliferação do mosquito Aedes Aegypti. Com a medida, a prefeitura foi liberada para comprar equipamentos de forma mais rápida e realocar funcionários de outras áreas sem caracterizar desvio de função para auxiliar no combate a dengue.

 

Forças Armadas entram no combate

 

Para reforçar o combate ao vetor, a Base Aérea de Guarulhos disponibilizou por 30 dias, 32 oficiais que atuarão em conjunto com os aproximadamente 1,3 mil funcionários da prefeitura e de outros órgãos nas ações de prevenção e identificação dos focos do mosquito.

Ontem, os trabalhos foram concentrados no Jardim Santa Paula e na Ponte Alta. A partir da próxima semana, o Jardim Fortaleza irá receber a visita dos oficiais e dos agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Na opinião da dona de casa Maria Aparecida de Carvalho, 42 anos, a participação dos militares nas ações traz mais segurança para os moradores abrirem as portas de suas casas. “A gente fica mais tranquila com a visita deles. Sei que o pessoal do CCZ faz seu trabalho, mas existem pessoas de má fé que aproveitam disso”, comenta.

A participação do Exército na luta contra a dengue ainda está em tratativa.

 

Fonte: Guarulhos Hoje