Quase metade das pessoas que agendam consultas por aplicativo na rede municipal de saúde não comparece

0
183

 

A Prefeitura de Guarulhos registrou 46,40% de faltas em consultas médicas marcadas de janeiro a setembro deste ano pelo aplicativo Saúde Guarulhos. Em números absolutos, foram agendadas 47.629 consultas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), mas 22.100 pacientes não compareceram. Isso significa que quase metade das pessoas faltaram aos procedimentos que marcaram.

 

Foto: Fabio Nunes Teixeira/PMG

 

Segundo a Secretaria da Saúde, esse alto índice de faltas, mesmo com os lembretes que são enviados pelo próprio aplicativo, gera aumento nas filas de espera e demandas por urgência nas consultas da rede de assistência primária. “Isso prejudica os próprios pacientes. Há redução da produtividade e perda da eficiência da clínica e da gestão em saúde”, afirma o secretário Ricardo Rui.

 

A orientação da Prefeitura é que, no caso de necessidade de falta a uma consulta ou exame, o paciente deve cancelar o agendamento no próprio aplicativo. Esse cancelamento deve ser feito com 48 horas de antecedência para permitir o encaixe de outros pacientes. É importante ressaltar que pelo aplicativo o paciente pode escolher o dia e a hora de atendimento, de acordo com a disponibilidade.

 

Por que tantas faltas?

 

O número de ausência às consultas tem uma explicação, segundo o diretor do Departamento de Planejamento e Regulação em Saúde, Renan Marani Garcia. “As pessoas não observam as notificações que a secretaria envia como lembrete pelo próprio aplicativo. Isso pode ocorrer por não saberem lidar com as mensagens ou até por desinstalarem o app após a marcação das consultas”.