Programa “Fab Social” é finalista em prêmio de tecnologia

0
503

O programa Fab Social da Prefeitura é finalista no prêmio “A Rede Educa”, mantido pela Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) BIT Social e tem como proposta difundir e estimular a inclusão social por meio do uso das Tecnologias da Informação e das Comunicações (TICs). A premiação é voltada a educadores, estudantes, pesquisadores, empresários e gestores de ensino. Mais de 220 projetos foram classificados e, destes, 85 obtiveram pontuação para a final, cujos vencedores serão conhecidos em outubro.

fab-social

O Fab Social é um programa de  inclusão digital que utiliza lógica básica de programação e desenvolvimento de protótipos com conceitos inerentes à tecnologia e à ciência, e promove oficinas temáticas e gratuitas ao público jovem e crianças frequentadores dos Centros de Educação Unificado (CEU) da Prefeitura, em parceria com a Secretaria de Educação.  A iniciativa foi criada há quatro anos pelo arquiteto e professor Alex Garcia e equipe formada por Alessandro Melo e Cintia Matos, do Departamento de Informática e Telecomunicações (DIT) da Prefeitura.

Desde 2015, bolsistas do CTI – Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, participam do programa desde 2015 através das oficinas de robótica e linguagem básica de programação. Nestas aulas, os alunos desenvolveram um protótipo de robô e realizaram atividades de ciência como o lançamento de um foguete caseiro.