Prefeitura realiza visita técnica em penitenciária para controle de colônia felina

0
113

 

Na última sexta-feira (18) o Departamento de Proteção Animal (DPAN) de Guarulhos esteve na penitenciária Adriano Marrey para atender a uma ocorrência sobre uma colônia felina.

A primeira visita à penitenciária ocorreu em novembro do ano passado e desde então as equipes do DPAN vêm fazendo o acompanhamento do caso. De novembro de 2021 a fevereiro de 2022 foram recolhidos 37 gatos, sendo 12 filhotes, que já foram adotados por meio do programa Me Leva Pra Casa, e 25 foram castrados, vermifugados, vacinados, microchipados e devolvidos ao local. Na sexta-feira foi ministrada palestra aos funcionários sobre a importância da castração.

 

Um dos principais objetivos da castração é evitar que a superpopulação aconteça e que mais animais fiquem abandonados nas ruas, além de prevenir diversos tipos doenças. Essa iniciativa vai ao encontro da política pública 7.839/20, que trata do código de proteção do bem-estar animal.

 

A diretora do DPAN, Juliana Kopczynski, alerta que o crescimento dessa espécie é exponencial. “Se não houver o controle a cada seis meses haverá uma nova ninhada, mas com a castração conseguimos manter o controle e evitar que isso aconteça”.

 

Os resultados já são nítidos. “A castração também impacta no comportamento desses animais, de forma que até os funcionários e os detentos conseguem notar a diferença nos que já estão castrados: eles ficam mais tranquilos”, explica Juliana.

 

A ação da Prefeitura tem o objetivo de recolher e castrar todos os animais da penitenciária. Os filhotes serão recolhidos e disponibilizados para adoção.

 

Para adotar um pet compareça à sede do DPAN, na rua Santa Cruz do Descalvado, 420, Bonsucesso, das 9h às 12h e das 13h às 16h. É necessário ser maior de 18 anos, apresentar comprovante de endereço e documento com foto.