Prefeitura quer multar quem alimenta pombos

0
1470

 

A Câmara Municipal de Guarulhos, na Grande São Paulo, aprovou uma lei que proíbe alimentar pombos em espaços públicos. A decisão, sancionada pelo prefeito Sebastião Almeida, vai aplicar multas de R$ 397 a quem der comida às aves em locais como ruas e praças, informou o SPTV nesta terça-feira (1º).

Mas a Prefeitura da cidade ainda precisa definir como será feita a fiscalização. O próprio vereador que criou o projeto, Toninho da Farmácia (PRP), não sabe como a multa será aplicada. “Vai ter que pegar um documento daquela pessoa. Se não tiver, não tem o que fazer, só se a pessoa estiver insistindo muito”, disse. “Mas eu não posso ficar respondendo pelo Executivo. Ele vai estudar e estará ver como que vai enquadrar essa notificação, essa multa”.

 

pombos-multa-guarulhos

 

A Prefeitura já aplicou outras medidas para combater os pombos, que são considerados pragas urbanas. Eles são transmissores, principalmente, de doenças respiratórias que podem atingir o sistema nervoso.

Em junho, a Prefeitura cancelou um contrato com uma empresa que instalou dispositivos sonoros que espantavam os pombos. O equipamento custou quase R$ 1 milhão, e foi colocado nas escolas municipais. Segundo a Prefeitura, o serviço foi finalizado por corte de gastos.

A Secretaria Municipal de Educação também informou que, nas escolas onde os repelentes ainda não foram retirados, o equipamento foi desativado.

Biólogos afirmam que, de fato, não oferecer comida aos pombos pode diminuir o número dessas aves na cidade, porque faz com que procurem outros lugares para se alimentar. Mas acrescentam que também é necessário instalar nos prédios públicos telas que protejam janelas e telhados, superfícies que podem servir de ninho para os pombos.

 

Fonte: G1