Prefeitura lança nova fase do programa Agentes de Leitura

0
112

 

Bolsistas do programa Agentes de Leitura participaram de evento de lançamento da 2ª fase do projeto na tarde desta terça-feira (3) no Salão de Artes do CME Adamastor. A iniciativa integra o Programa Mais Cultura, uma parceria da Prefeitura de Guarulhos com a Secretaria Especial de Cultura do governo federal que prevê a concessão de bolsas de complementação de renda a jovens com idades entre 18 e 29 anos, residentes em Guarulhos, sem vínculo empregatício, que tenham concluído ou cursem o 3º ano do Ensino Médio.

 

 

O prefeito Guti, o vice-prefeito e secretário de Cultura Professor Jesus e o deputado estadual Coronel Telhada participaram do lançamento da nova fase, ocasião em que entregaram aos bolsistas camisetas, mochilas e uma bicicleta, item opcional para auxílio no desempenho de suas atividades.

 

“Gostaríamos de dar boas-vindas a todos vocês, jovens que aceitaram uma missão que vai impactar a vida das pessoas de um modo muito positivo e colaborar com a formação de cidadãos críticos, pensantes e abertos à transformação. Acreditamos que todos vão fazer seu melhor, pois estão diante de uma oportunidade de se dedicar plenamente e, daqui em diante, ter outras conquistas”, disse Guti.

 

Os 48 agentes de leitura contratados nessa fase receberão bolsa no valor mensal de R$ 525 para promover atividades de incentivo à leitura em seus bairros. Cada agente levará a leitura a famílias cadastradas por eles de forma online e presencial. O programa tem duração de oito meses e conta com a colaboração dos membros da Academia Guarulhense de Letras (AGL), que somam experiências literárias ao projeto em encontros formativos com os jovens bolsistas.

 

“Esse programa é um grande marco em nossa cidade, pois abre a possibilidade de levar conhecimento às pessoas por meio da leitura. Ao mesmo tempo em que permitem o acesso de mais pessoas ao livro e à leitura, os agentes também estimulam ações literárias, principalmente nesse período de pandemia. Tudo isso tem grande potencial transformador ao colaborar com o desenvolvimento humano, pois viabiliza o acesso de mais pessoas a serviços culturais em locais de grande vulnerabilidade social da cidade”, observou Professor Jesus.

 

Ao longo do evento de lançamento os bolsistas também receberam orientações relevantes sobre o programa e passaram por treinamento sobre sua atuação.