Prefeitura fará aporte de R$ 81 mi para suprir déficit

0
440

 

A prefeitura fará no ano que vem um aporte de R$ 81 milhões para suprir o déficit dos beneficiários do Instituto de Previdência dos Funcionários Públicos Municipais (Ipref). No entanto, segundo o presidente do instituto, Miguel Choueri, não há um déficit no Ipref já que essa complementação realizada pelo Executivo foi determinada por lei.

“Essa forma de custeio foi prevista na legislação. A palavra déficit é uma expressão que aparece no estudo atuarial que não pode ser confundido com déficit de caixa. Isso porque essa diferença foi determinada que fosse paga pelo Tesouro”, explicou.

 

ipref-guarulhos

Para 2015 o instituto contará com uma receita de R$ 127,7 milhões, no entanto o montante é necessário para a complementação das aposentadorias. No total o Ipref conta hoje com 3.133 servidores vinculados ao regime próprio de previdência, onde 1.648 são ativos e 1.485 inativos, entre aposentados e pensionistas. “O Ipref está perfeitamente equilibrado. A única coisa é que nós temos uma massa de beneficiários que migraram para a gestão do instituto que não encargos do Tesouro e por isso há um repasse mensal”, ressaltou.

Segundo Choueri a reformulação do instituto, que visa acabar com os aportes realizados pela prefeitura para equilibrar a saúde financeira do órgão, ainda não tem data para acontecer. “Estamos com as ações em curso e tem uma consultoria contratada pela Secretaria de Administração e Modernização com a Fundação Getúlio Vargas para nos auxiliar a compilar toda a legislação municipal para propormos uma unificação de regime”, disse.

 

Fonte: Guarulhos Hoje