Ecopistas não prevê impacto na construção de ponte no Vila Any

0
878

 

Mesmo com a reconstrução da ponte que liga a Vila Any, na região dos Pimentas, com o Itaim Paulista, bairro da zona leste de São Paulo, que deve começar no próximo mês, a Ecopistas, concessionária que administra a rodovia Ayrton Senna, não espera um impacto negativo no tráfego da estrada na região de Guarulhos.

A nova ligação substituirá a ponte que está interditada desde o dia 30 de outubro de 2013, por motivos de segurança, e tem espaço para passar apenas veículos em um sentido de cada vez porque, pelo projeto original, ela foi feita para ser parte de um Parque da Várzea do Palácio e não para um viário municipal com ônibus e caminhões.

ponte-vila-any

O novo projeto conta com duas vias de rolamentos, uma para cada lado, com espaço para passagem de pedestres e ciclistas.

O orçamento da ponte é de R$ 6,1 milhões, sendo R$ 2,5 milhões do Governo do Estado e o restante dividido entre as Prefeituras de São Paulo e a de Guarulhos.

O início da obra depende do final do projeto Executivo, que é o primeiro passo a ser adotado após a assinatura do contrato, o qual vai determinar os passos que se devem adotar em relação à reconstituição do empreendimento.

Obras previstas no contrato de concessão – Todas as obras que estavam previstas no contrato de concessão da Ayrton Senna na região de Guarulhos já foram realizadas pela Ecopistas ou estão em andamento.

Entre as já concluídas, está o novo trevo dos Pimentas, as pistas marginais e a quinta faixa da rodovia.

Também já foram feitas obras de adequação às normas de acessibilidade na passarela localizada no km 25 da via; rampas implantadas no acesso ao viaduto Santos Dumont, no km 21; além da faixa adicional na rodovia Hélio Smidt, em direção ao Aeroporto Internacional de São Paulo.

Já em andamento, está a implantação da sexta faixa da Ayrton Senna.

 

Fonte: Guarulhos Hoje