Oficinas de samba-rock em Guarulhos

0
856

A Coordenadoria da Igualdade Racial abre inscrições para oficinas de samba-rock. O curso é gratuito e tem como objetivo resgatar a dança como mais uma expressão da cultura negra das periferias. As oficinas terão duração de 3 meses. As inscrições podem ser feitas pessoalmente no Xikelela, situado a av. Dr. Timóteo Penteado, 4114, Vila Galvão, ou pelo telefone 2304-7464. O início das oficinas está previsto para 11 de agosto.

 

Assunto:Rua do Samba 6º Local:Macedo Data:27.03.2011 Foto:Márcio Lino/PMGFoto: Marcio Lino/PMG

Poderão ser inscrever iniciantes e quem já está no nível intermediário. A metodologia das oficinas trabalhará simultaneamente com vários estágios de conhecimento da dança. As aulas ocorrem de 2ª e 6ª feira, no período das 19h às 20h.

Samba-rock

O samba-rock é uma dança reconhecida como bem cultural dos negros de São Paulo, onde a dança nasceu, sendo mais tarde, exportado para o Brasil e o mundo, dando lições de habilidade, talento, criatividade, orgulho e auto-estima.

Fruto de uma mistura de ritmos e que se iniciou na música negra urbana contemporânea brasileira no fim dos anos 50. O samba-rock mescla entre o jazz, o rock e a soul music, sendo que os negros da periferia criaram os primeiros passos de dança que misturava influências coreográficas do rockabilly americano à marcação do samba. Esta nova dança acabou sendo batizada de samba-rock, o que definiu também uma nova maneira da fazer música.

O termo (samba-rock), em sua própria estrutura, remete exatamente à ideia da fusão musical entre a música brasileira e a estrangeira, encerrando em si tensões e conflitos não só estéticos, mas também sociais e ideológicos. Um ponto fundamental para o desenvolvimento desse ritmo foi quando os negros das periferias paulistas começaram a desenvolver um novo tipo de dança, que misturava os passos do samba, que era praticado nas gafieiras, com os rodopios do twist e do rock’n’roll, que estava muito em voga na época.

 

Fonte: Prefeitura de Guarulhos