Mulher muda de cidade para fugir de ex, mas mesmo assim é morta

0
619

 

Luciano Borges da Silva, de 37 anos, foi preso nesta segunda-feira, 26, por matar a ex-mulher, Jennifer Morais Belo, 20 anos, em Juquiá, no litoral sul paulista, onde a vítima estava hospedada na casa da avó desde junho deste ano. Segundo a Polícia Militar do município, ele invadiu a casa e a atacou com mais de 20 facadas no pescoço na tarde de domingo, 24. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

 

Luciano ficou foragido até a noite de segunda, quando foi preso tentando embarcar em um ônibus de volta para Guarulhos.

 

O casal morava em Guarulhos, na região de Cumbica. Eles tinham um relacionamento de cerca de seis anos, além de um filho de quatro anos. Jennifer mudou-se para fugir das agressões dele. A vítima registrou quatro boletins de ocorrência contra o ex-marido por agressões. Antes de ir para Juquiá, ela foi morar com a mãe, que também morava em Guarulhos.

 

O assassino, que não sabia onde a ex-mulher encontrava-se, descobriu que ela passava o final de semana em Juquiá por meio de um post em uma rede social, segundo o relato da polícia sobre o caso. Além de assassinar a ex-mulher, Luciano ainda atacou dois amigos da família que viram a movimentação e tentaram detê-lo. Um deles foi esfaqueado no braço e o outro na região do olho. Ambos não correm risco de morte.

 

Luciano deve ser indiciado por feminicídio, que tem pena prevista de reclusão de 12 a 30 anos conforme o Código Penal, além de duas tentativas de homicídio.

 

Fonte: Click Guarulhos