Mortes por gripe aumentam no país e vacinação é prorrogada mais uma vez

0
1576

 

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe seria encerrada nesta sexta-feira (15), mas o Ministério da Saúde decidiu prorrogar por mais uma semana, ou seja, até o dia 22 (próxima sexta-feira). As baixas coberturas vacinais registradas representaram um alerta para a Pasta diante da proximidade do inverno, quando há maior circulação do vírus. Somado a isso, ainda há o preocupante número de casos e mortes registradas no Brasil, que dobrou, quando comparado ao mesmo período do ano passado.

 

Foto: Márcio Lino/PMG

 

Até o dia 9 de junho foram registrados 2.715 casos e 446 óbitos em todo o país, de acordo com o último boletim de influenza do Ministério da Saúde. O H1N1 continua sendo o vírus que mais contamina e também o mais letal, com 1.619 casos e 284 óbitos. Quanto ao H3N2, foram registrados 563 casos e 87 mortes. De Influenza B foram registrados 259 casos e 30 óbitos. Já de influenza A não subtipado foram 274 casos com 45 óbitos. Em 2017, no mesmo período, foram registrados 1.227 casos e 204 óbitos por complicações relacionadas à gripe.

 

Em Guarulhos, foram imunizadas 182.558 pessoas até o momento, número que corresponde a uma cobertura vacinal de 62,75%. A Secretaria de Saúde ressalta que a vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde da cidade e faz um apelo para que as pessoas que pertencem aos grupos prioritários se dirijam até uma das unidades para que sejam imunizadas.

 

Dentre os grupos contemplados pela vacinação no SUS, em Guarulhos, o público com menor cobertura vacinal até o momento é as gestantes (39,39%), seguido pelas crianças entre seis meses e cinco anos (36,11%) e puérperas, ou seja, mulheres que tiveram filho nos últimos 45 dias (54,45%). Entre os grupos com maiores índices de vacinação estão os trabalhadores da Saúde (99,56%), idosos (88,18%) e pessoas com doenças crônicas (66,36%).