Modelos realizam o último ensaio para o 4º Desfile Inclusivo de Guarulhos

0
361

 

A Prefeitura de Guarulhos promoveu na tarde desta quarta-feira (21), no Adamastor, o último ensaio com os 28 modelos que participarão do 4º Desfile Inclusivo neste sábado (24), das 14h às 17h, no piso térreo – acesso VIP do Internacional Shopping (rua Engenheiro Camilo Olivetti, 295, Vila Itapegica). Integrantes da edição de 2019 do evento também participaram do ensaio.

 

 

“Fizemos o sexto e último ensaio de passarela e em todos sentimos a alegria dos participantes e da equipe. Todos estão envolvidos e a atmosfera é de muito amor. Tenho certeza de que o desfile no sábado será maravilhoso”, disse o subsecretário de Acessibilidade e Inclusão, Gilberto Penido.

 

A empresária Patrícia Marques, apoiadora voluntária para noções de passarela nos ensaios, destacou a satisfação em colaborar com o evento. “Esta é a quarta vez que ajudo. É gratificante orientar crianças, jovens e adultos sobre como desfilar na passarela e perceber a superação deles, que mostram muita energia positiva”, disse Patrícia.

 

Modelos

 

Giovanna Brezzan Franchi Troiano, de 17 anos, participa pela primeira vez do Desfile Inclusivo. Seu nascimento prematuro na 26ª semana resultou em sequelas motoras. “Estou ansiosa e muito feliz em participar. Minha mãe me convenceu e incentivou porque sou um pouco tímida, mas depois do primeiro ensaio adorei. É importante estar aqui para mostrar que somos todos iguais, somos seres humanos”, afirmou a jovem estudante do 2º ano do ensino médio que vive na Vila Rio de Janeiro.

 

Acompanhando o filho de nove anos, Davi Henrique, que cursa o 4º ano numa escola da rede municipal e é autista de grau leve, Eliane Silva falou da importância em participar. “Nossos filhos precisam ter visibilidade e não serem excluídos. Há atividades e coisas boas para eles”, contou a moradora da Vila Fátima.

 

O 4º Desfile Inclusivo, coordenado pela Subsecretaria de Acessibilidade e Inclusão, integrante da Secretaria de Direitos Humanos, visa a integrar pessoas com e sem deficiência, valorizar o potencial criativo e artístico, destacar a beleza e a desenvoltura das pessoas com deficiência, o orgulho e a valorização da imagem, além de criar oportunidades sociais e profissionais, contribuindo de forma significativa na construção da identidade da pessoa com deficiência.