Lixo aumenta nas margens do Tietê na Vila Any

0
597

Em decorrência da seca que o estado de São Paulo sofre desde o ano passado, os rios da região têm recuado muito devido ao baixo volume de água, caso que acontece também no Tietê. Na Vila Any, onde o rio faz a divisa entre Guarulhos e São Paulo, é possível ver um excesso de lixo nas margens, que estão mais baixas.

Um dos casos mais curioso aconteceu na região de Araçatuba, onde desde que as águas começaram a baixar, cinco carcaças de automóveis foram encontrados no Tietê e nos seus afluentes.

Foram retirados do manancial três carros, um caminhão e peças de uma motocicleta.

tiete-guarulhos

O Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica) é o órgão responsável por fazer o desassoreamento dos rios, que consiste na retirada do excesso de terra, argila e fazer também a limpeza das margens, com o objetivo de amenizar o extravasamento e combater as enchentes.

No Tietê, o trabalho é feito de forma contínua desde 2011, e todo o lixo encontrado é retirado, separado e enviado para os locais que fazem a coleta.

As prefeituras das cidades são os órgãos responsáveis por impedir que o lixo seja jogados nos rios, córregos e ribeirões, mas não conseguem controlar a população.
O Daee ressalta que retira o lixo ao fazer o desassoreamento, mas como as pessoas continuam a jogá-lo, isso se torna um ciclo, e a sujeira fica mais aparente com o baixo nível dos rios.

 

Fonte: Guarulhos Hoje