Lançamento da temporada 2024 das Orquestras de Guarulhos acontece nesta quinta-feira

0
58

 

O Teatro Padre Bento será palco do lançamento da temporada 2024 das orquestras de Guarulhos às 10h, desta quinta-feira (8). A GRU Sinfônica e também a Orquestra Jovem, sob direção artística do maestro Emiliano Patarra, abrem o ano, que contará com extensa programação de espetáculos em diversos espaços culturais da cidade e também em outros municípios.

 

 

Na ocasião, artistas convidados que se apresentarão ao longo de 2024 irão compartilhar suas impressões e expectativas sobre as atividades anunciadas. Participarão do lançamento artistas como Alexandre Guerra, compositor com obras gravadas no Brasil e no exterior, Samuel Mello, violinista da Orquestra GRU Sinfônica que fará a estreia de uma obra inédita em abril, James C., rapper da cidade que se apresenta em junho, e Felipe Venâncio, diretor de um dos espetáculos do 3º Festival de Óperas de Guarulhos. Além do anúncio de toda a programação, será possível fazer perguntas a esses artistas, ao maestro e às autoridades presentes, como o secretário de Cultura, Professor Jesus.

 

Além disso, o lançamento também contará com música de câmara com o Quarteto de Haydn, apresentando o 1º movimento do Quarteto em Ré Maior, op. 64, de Joseph Haydn, com os músicos Lucas Oliveira e Allan Sanches no violino, Jessé Palin na viola e Cassiano Scarpino no violoncelo.

 

O Teatro Padre Bento fica na rua Francisco Foot, 3 Jardim Tranquilidade.

 

Seis décadas do Conservatório Municipal de Guarulhos

 

Após o lançamento, será exibido o documentário Notas do Tempo: Seis Décadas do Conservatório Municipal de Guarulhos, dirigido por Fernanda Carvalho e produzido por Marcelo Ermida, servidores municipais.

 

O primeiro episódio conta o nascimento da instituição, fundada em 1961 pelos maestros Armando e Túlio Colacioppo. “Nesse primeiro episódio da série nosso desejo é mostrar sua trajetória reconhecida e seu enorme valor para a cidade, partindo de sua história e trazendo depoimentos de personagens importantes, que ajudaram a construir seu legado”, explica o maestro Emiliano Patarra, diretor do Conservatório.